Fortes chuvas voltam a causar transtornos em Parauapebas

0

Estamos no período chuvoso e as fortes chuvas dos últimos dias vem causando vários alagamentos e problemas estruturais em diversos bairros de Parauapebas, principalmente nas áreas periféricas. Esse problema não é somente de Parauapebas, toda a região de Carajás sofre com as chuvas torrenciais durante essa época do ano.

8174697a-e6fb-4d46-aafe-85d94b4aa384 dd440ec1-dd44-4a40-8115-49b63660ce37 ebbe6957-4b79-4e4b-8171-9328be503fea IMG-20170211-WA0175

Durante a madrugada de sexta-feira (10) a chuva castigou o parauapebense causando alagamentos em pontos já conhecidos como na Rua Araguaia, na altura do Mercado Municipal; na Sol Poente, na altura da “baixada Fluminense; e na Rio de Janeiro onde fundi com a P. Esses pontos são críticos e conhecidos, pois há anos são castigados pelos alagamentos.

Diversas ruas da cidade ficaram sem condições de trafego, paralisando até o trânsito de veículos automotores, principalmente nos bairros Liberdade, Minérios, Primavera, Casas Populares, Vale do Sol, Vila Nova e no complexo VS10, onde também aconteceram enxurradas que invadiram várias residências.

Algumas ocorrências deixaram a população em pânico. No bairro Vila Nova uma criança foi levada pela força da água, vindo a se proteger em uma árvore até ser socorrida pelos moradores. No complexo VS10 a ausência de pavimentação asfáltica contribui para quedas de muros e de barrancos, o que coloca residências em risco.

Um grande número de famílias foi atendido por equipes da Defesa Civil, que não está medindo esforços minimizar os prejuízos e transtornos dos moradores de áreas de risco que foram afetados pelos alagamentos. Até hoje a Defesa Civil ainda trabalha nas áreas devido a grande quantidade de ocorrências.

O prefeito de Parauapebas, Darci José Lermen, conseguiu mês passado um empréstimo de R$ 70 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para obras de saneamento no município. O que com certeza poderá mudar esse cenário caótico.

 

 

(Texto: Luís Bezerra / Fotos: Redes Sociais)

Deixe uma resposta