Atletas cegos de Parauapebas participam de campeonato de Futebol de 5 no Goiás

0
286

Nove atletas cego de Parauapebas embarcaram nesta terça-feira (23) para o Campeonato Regional Centro-Norte de Futebol de 5, evento esportivo promovido pela Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV), que se realiza em Trindade (GO). Os times vencedores na competição participarão do campeonato nacional.  

A equipe técnica do time também embarcou para a viagem. Na segunda-feira (22), os atletas fizeram o último treino preparatório, no ginásio poliesportivo, e receberam os uniformes cedidos pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL).

Treinando com o time há três meses, Ivanilson Faria, que joga na zaga e também como ala, diz que todos estão com uma boa expectativa de vitória, já que o time treinou bastante e conta com reforço de dois atletas que vieram do Rio de Janeiro e da Argentina. Para o titular da Semel, Laoreci Diniz, é uma honra para o governo municipal apoiar o esporte voltado à pessoas com deficiência, “é uma prova de verdadeira inclusão social”, reforça.

O técnico do time, Jônatas Gomes, que é professor de educação física na Unidade Educacional Especializada Jonas Pereira de Melo, da Prefeitura de Parauapebas, informa que os atletas conseguem jogar futebol graças à bola adaptada para o esporte, que emite um som a medida com que é rolada em quadra. A maioria dos atletas que integram o time também é atendida na unidade Jonas Pereira de Melo.

                                                 Futebol de 5

O Futebol de 5 é uma modalidade esportiva voltada exclusivamente para atletas cegos. No Brasil, os campeonatos do esporte ocorrem desde 1978, mas somente a partir de 2004 é que ele se tornou parte do programa dos Jogos Paralímpicos.

Somente atletas cegos ou com deficiência visual podem disputar as partidas. Dentre as regras do esporte, está a que estabelece que o goleiro é o único jogador que pode enxergar. Cada time é formado por cinco jogadores na linha e um goleiro. Há ainda um guia que recebe o nome de “chamador”, ele fica atrás do gol adversário e é responsável por orientar o ataque do seu time, alertando para a direção do gol, posicionamento da equipe adversária e dicas para armações de jogadas.

Texto: Karine Gomes

Fotos: Bruno Cecim

Assessoria de Comunicação – ASCOM | PMP

Deixe um comentário