Darci Lermen visita Mercado Municipal e diz que vai modernizar o local

0
1855

A partir da próxima semana, o prefeito Darci Lermen vai começar a se reunir com cada uma das 13 associações de trabalhadores instaladas no Mercado Municipal de Parauapebas. Ali, tem feirantes, vendedores de confecção, de alimentos, camelôs, lanchonetes, entre outros segmentos, que reúnem cerca de 350 microempreendedores. Entre eles, faltam sonhos de vida melhor e sobram reclamações.

1edb4396-5de7-4b48-8270-07360a94931a 830152bd-f17b-4cc1-a3cc-e631d7b84b58

No início da noite de quinta-feira, 16, a presença de Darci Lermen no mercado provocou surpresa e alegria entre os trabalhadores, que sequer acreditavam que o prefeito iria ao local. “Ele não vem”, lamentava uma feirante. Nem bem chegou e Darci Lermen foi cercado por homens e mulheres, de quem recebeu abraços, carinho e até foi carregado. “Ele veio. Darci é um homem de palavra”. Essa foi só uma das manifestações que se ouviu depois.

Inaugurado em 10 de maio de 2002, o Mercado Municipal sofre atualmente com uma série de problemas, que foram relatados ao prefeito, como a falta de banheiros, de segurança, coleta de lixo, bebedouros e iluminação pública.

Aliados a isso, a sujeira no local, o abate de aves e outros fatores têm afastado os consumidores dali. Tem feirante que não estaria conseguindo vender nem R$ 5, por dia. “Todo mundo aqui está passando por aperto”, afirmou o feirante Luiz Almeida Vieira.

Outro sério problema vem com as chuvas, que alagam a área e deixam o mercado praticamente inacessível. O prefeito garantiu que já vem preparando projeto que prevê a canalização das águas a fim de evitar os alagamentos. “Haverá, inclusive, o rebaixamento aqui da frente do mercado”, adiantou Darci Lermen, para insistir: “O problema das enchentes tem que ser resolvido aqui”.

Sobre o projeto que a prefeitura já vem preparando é para dar uma nova cara ao mercado municipal e que será construído conjuntamente com os trabalhadores, por etapas. “Nós vamos montar um projeto que seja bom para todos. E só vai ser bom se melhorar a vida de todos vocês. Eu quero modernizar isso aqui, deixar o mercado bonito”, anunciou o prefeito, após receber do coordenador do Mercado Municipal, Reginaldo Ribeiro, uma lista com vários pleitos dos trabalhadores.

Entre as reivindicações, ampliação do galpão, melhoria da praça de alimentação, construção de casa lotérica, de conveniências bancárias e de ponto de venda de passagem de trem, construção de uma subestação para o transporte coletivo e construção de abatedouro de galinha e de tratamento de peixe. Os trabalhadores querem também a visita constante da vigilância sanitária e pedem até a implantação de um teleférico que ligue o mercado à prefeitura e à Praça da Bíblia.

Mas para o prefeito “é importante” que cada uma das 13 associações exponham, individualmente, em reunião, os seus problemas e reais necessidades. “Cada um de vocês é que sabe onde o calo aperta”, disse Darci Lermen.

Texto: Hanny Amoras – Fotos: Matheus Costa / Ascom/PMP

Deixe uma resposta