Em Parauapebas, clube do Águia de Marabá vence o Castanhal no Estádio Rosenão

0
530

Apesar de atuar fora de casa na estreia do Campeonato Paraense de 2018, o Águia de Marabá contou com o apoio da sua torcida no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em Parauapebas. Na tarde deste domingo (14), o time do Azulão enfrentou o Castanhal e venceu pelo placar de 1 a 0. O gol único do jogo foi assinalado pelo atacante Guga, aos quinze minutos do primeiro tempo. A partida foi válida pela primeira rodada do Campeonato Paraense de 2018.

O jogo: Águia 1 x 0 Castanhal

Pelo fato do Estádio Zinho Oliveira, em Marabá, estar passando por reformas no gramado, o Águia atuou na capital do minério. A torcida marabaense saiu em caravana rumo ao Estádio Rosenão para apoiar o Azulão. O time do técnico João Galvão chegou primeiro: Joãozinho recebeu e chutou por cima da meta de Roger Kath. O Castanhal deu o troco com o atacante Júnior Rato, que pegou uma sobra dentro da área e bateu forte para a defesa de Guibson.

O Águia chegou ao gol logo aos quinze minutos de jogo: após cobrança de escanteio, o atacante Guga subiu no meio da zaga e testou firme para abrir o placar, 1 a 0. Empurrado pela torcida, o Azulão quase ampliou, depois de uma bela troca de passes, Juninho arriscou e a bola passou perto da meta adversária. O árbitro Nadilson Sousa dos Santos determinou a parada técnica devido ao forte calor.

Na volta, Samuel lançou na medida para Guga, que tocou por cima do goleiro, mas o assistente Isael da Silva assinalou impedimento; seria um golaço da equipe do Águia. Flamel cruzou da direita para a chegada de Val Barreto, o atacante do Castanhal não conseguiu alcançar a bola de cabeça. Já na segunda etapa, Di Maria cobrou falta para o Azulão e tentou surpreender o goleiro Roger Kath que espalmou, aliviando o perigo.

Edmar Chazinho do Japiim da Estrada tentou cruzar e quase surpreendeu o goleiro Guibson, que mandou para escanteio. O Castanhal voltou novamente com o lateral-esquerdo Souza, que pegou uma sobra e disparou para a defesa de Guibson, que salvou mais uma vez. A chuva e o vento aparecerem no Rosenão e depois do chute colocado do atacante Júnior Rato, a bola fez uma curva e o goleiro Guibson, destaque do segundo tempo, salvou para escanteio.

O técnico Lecheva colocou o Castanhal em cima. Na cobrança de falta em favor do Japiim da Estrada, o atacante Bartola emendou de primeira e para variar, o goleiro Guibson apareceu salvando o Azulão. O Águia explorava os contra-ataques e, em um deles, o atacante Guga ficou de frente mas parou em Roger Kath. Na última chance real do jogo, Júnior Rato avançou em velocidade e disparou rasteiro, Guibson salvou com o pé. Placar final: Águia 1 x 0 Castanhal.

“Típico jogo de estreia, com muitos erros. A minha equipe, principalmente individualmente, com muitos atletas abaixo do nível que a gente esperava, então isso comprometeu todo o coletivo e o Águia iria jogar por uma bola. [O Águia] conseguiu achar o gol em uma bola parada no primeiro tempo e se defendeu o tempo todo – mérito por saber se defender – e a nossa equipe não conseguiu procurar o espaço, e quando encontrou, o goleiro apareceu bem, mas sabemos que temos muito que melhorar”, afirmou Lecheva, técnico do Castanhal.

“A gente se sente em casa em Parauapebas, até porque o pessoal nos apoia aqui, campo bom. Infelizmente, nosso campo não está em condições de jogo, talvez na próxima partida – dia 27 em Marabá – já tenha condições. Mas a gente fica feliz, pelos garotos jovens, obedientes taticamente em cima daquilo que a gente trabalhou, e com humildade vencemos uma grande equipe de um grande treinador, que é o Ricardo Lecheva, a gente respeita muito. Mas graças a Deus, o importante foram os três pontos e o Águia de Marabá começou com o pé direito a temporada de 2018”, disse João Galvão, técnico do Águia de Marabá.

Texto: Fábio Relvas do blog Zé Dudu

Foto: Anderson Souza

Deixe uma resposta