Famílias beneficiadas com o projeto vila nova i participam de sorteio de localização das moradias

0
672

No sábado (17), o Ginásio Poliesportivo de Parauapebas foi palco do sorteio de localização das unidades habitacionais do Residencial Vila Nova I. Contempladas com o projeto, 650 famílias de menor renda do município participaram do evento que faz parte de uma das etapas do processo até a entrega das unidades.
Participaram do sorteio técnico, realizado pela Caixa Econômica Federal (CEF), o prefeito de Parauapebas, Valmir Mariano, o gerente-geral da CEF Parauapebas, Gildevan Feitosa dos Santos, o presidente do Conselho Municipal de Habitação, Edvaldo da Silva, secretários municipais e vereadores.
De acordo com o gerente-geral da CEF Parauapebas, Gildevan Feitosa dos Santos, o projeto Vila Nova I é executado pelo Governo Federal, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). Nesse programa, as famílias contempladas são as que têm renda familiar de até R$ 1.600,00, além de atenderem a outros critérios. “Depois que as famílias são encaminhadas pela Prefeitura à Caixa, é feita uma triagem para checar todas as informações a fim de que elas possam ser inseridas em projeto habitacional”, explicou.
Na ocasião, o prefeito de Parauapebas, Valmir Mariano, fez questão de lembrar as famílias sobre o cuidado com as unidades. “Quando vocês receberem a tão sonhada casa própria, cuidem muito bem dela. Meu pai sempre me aconselhou a ter uma casa, independentemente de ser em lona ou madeira. Por isso, eu peço que cuidem das coisas de vocês, da casa de vocês”, observou.
Para os beneficiários do projeto, uma certeza: a de que o sonho da casa própria está prestes a se concretizar. “Eu pedi muito a Deus que esse momento chegasse. Estou feliz por tudo isso, por estar aqui. Rezei muito e não vejo a hora de receber a minha casinha”, disse Suldelene da Silva, de 33 anos, moradora da Vila Palmares II.
Com três filhos para sustentar, Gildenia Costa de Oliveira, de 30 anos, se emociona só em imaginar o dia da entrega das unidades. “A vida da gente é tão difícil e só me dá vontade de chorar quando eu penso que não vou sofrer mais morando na casa dos outros. Agora, os meus filhos vão ter um quarto para dormir tranquilos”, contou.
As 650 casas são construídas pela empresa HF Engenharia e, após o sorteio de localização das unidades, as próximas etapas serão a vistoria das unidades pelas famílias, assinatura dos contratos e entrega das chaves. Nesse projeto, a Prefeitura de Parauapebas executa melhorias na parte do asfalto, no paisagismo e na oferta de equipamentos públicos.
Reportagem: Jéssica Borges/Ascom / Foto: Anderson Souza

Deixe uma resposta