Homem é julgado acusado de matar esposa com 34 facadas

Ivanilson Gaspar de Carvalho, estava preso e foi solto pois no dia do júri, uma testemunha importante não compareceu.

0
149
Foto Carlos BritpTv Liberal

Nesta sexta-feira (8), dia em que é celebrado o dia internacional da mulher o tribunal do júri realiza, no Fórum de Belém, o julgamento de um homem de 40 anos acusado de matar a companheira com quem vivia há 20 anos. Ivanilson Gaspar de Carvalho, responde o processo em liberdade e é apontado como o assassino Maria Eunice Ewerton de 65 anos.

O crime aconteceu em 2014 no distrito de Outeiro. A mulher foi golpeada com 34 perfurações de faca, principalmente na região do pescoço, no interior da própria casa. O réu estava preso e foi solto pois no dia do júri, uma testemunha importante não compareceu. O juiz então adiou o julgamento e concedeu liberdade para o réu.

A sessão começou por volta das 8h30. Sete testemunhas estão sendo ouvidas, sendo três de acusação e quatro de defesa. Para o defensor público não há provas de que o réu seja o assassino, mais existem evidências de que o crime teria sido cometido por outra pessoa. O homem ao qual ele se refere foi usado como testemunha de acusação. Durante o interrogatório ele apresentou uma história controversa, e disse que conhece o assassino, mas não quis falar quem era. Afirmou que tudo teria começado com uma tentativa de assalto, depois que o assassino invadiu a casa da vitima.

A previsão é de que a sentença seja divulgada até o final do dia.

Por G1 PA — Belém

 

Deixe um comentário