O nosso jornal

Moradores do bairro Beira Rio II sofrem com falta de planejamento em obras públicas

SHARE
, / 282 0

Não é de hoje que o moradores do bairro Beira II sofrem com o descaso da autoridades públicas de Parauapebas. Criado há mais de 12 anos, o bairro amarga com as péssimas condições de parte de suas ruas que não possuem iluminação pública, asfalto, drenagem ou saneamento básico.
Embora seja um loteamento regulamento e liberado pelo poder público para a venda, não possui a mínima infraestrutura, mesmo abrigando em sua proximidade o Poder executivo, a Prefeitura Municipal, e Poder Legislativo, Câmara municipal.
E para piorar a situação dos moradores que sempre amargaram com o abandono das gestões municipais, uma emenda parlamentar da deputada Bernadete Ten Caten (PT) que deveria amenizar os problemas dos moradores do bairro está agravando ainda mais os problemas.
Emenda que destinou mais de R$ 3 milhões de reais para a pavimentação asfáltica, colocação de sarjeta e meio fio tem causado transtornos aos moradores da região. Tudo por que não houve uma planejamento na execução da obra. Ruas que não possuem moradias estão sendo pavimentadas, enquanto as vias com uma grande quantidade de habitação estão sendo esquecidas, e os moradores já foram avisados que dificilmente suas ruas serão asfaltadas. Sendo de competência do Governo Municipal a escolha das vias que receberiam as melhorias.
E as consequências para a população: aumento excessivo da poeira, já que em algumas ruas as máquinas passaram, mas o asfalto não; inutilidade do asfalto colocado, uma vez que não beneficia a ninguém, já que não resolve uns dos principais problemas do bairro: o excesso de poeira no verão e a lama e os buracos no inverno.
As vias possuem um grande tráfego de veículo, o que só aumenta o transtorno dos moradores
As vias possuem um grande tráfego de veículo, o que só aumenta o transtorno dos moradores
Para o senhor José Fernandes, o popular “Bin Laden”, morador do Beira Rio II há mais de 10 anos, o que está acontecendo no bairro é um descaso com os moradores. “Na época das eleições, os candidatos aparecem por aqui e prometem ‘mundos e fundos’ depois das eleições eles somem, e nós ficamos aqui totalmente abandonados”, disse.
A obra deveria ter iniciado em junho de 2014 com previsão de entrega para outubro de 2014, mas só teve início em agosto de 2015 sem previsão para a sua conclusão.
Outro lado
Em contato com a Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Prefeitura de Parauapebas, a reportagem do Portal Pebinha de Açúcar recebeu a seguinte nota: “Todas as semanas, a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria de Obras, realiza ações de infraestrutura em todo o município, (zona urbana e rural) obedecendo um cronograma pré-estabelecido com demandas da Ouvidoria (0800-033-0202 | (94) 3356-0772) ou feitas diretamente na secretaria pela comunidade. Já existem demandas incluídas do Bairro Beira Rio II”.
Nossa reportagem também entrou em contato via e-mail com a Assessoria de Comunicação do Governo do Estado do Pará, porém, até o fechamento desta matéria não recebeu nenhuma resposta.

Leave A Reply

Your email address will not be published.