Outubro Rosa e Novembro Azul na luta pela prevenção do câncer

0
1639

Se Outubro Rosa simboliza a luta contra o câncer de mama, Novembro Azul, chega para mobilizar homens para cuidados com a saúde. Durante a caminhada, foi lançada a campanha Novembro Azul, para prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, sob o tema “Não deixe a vergonha vencer a luta pela vida”.
Segundo Marline Albuquerque, da rede de atenção a pessoas com doenças crônicas da secretaria municipal de saúde, todo o material da campanha tem como objetivo quebrar as barreiras do preconceito.
Para atendimento, basta apenas que os homens, a partir dos 45 anos, procurem as unidades básicas de saúde. A solicitação de exames pode ser feita por clínico geral, caso haja alteração, o paciente é encaminhado para acompanhamento de um urologista.
A entrega dos exames ganhou mais agilidade. O material antes encaminhado para laboratório fora do município, demoravam 20 dias para o resultado. Hoje, o exame é feito na cidade, e reduziu o prazo de entrega para sete dias, informa Marline orientando: “é um simples exame que pode salvar vidas. Converse com seu médico. Informe-se”.
“Acontece com o vizinho, com os outros, na televisão, menos comigo”. Era o que pensava a professora Edelvis Carvalho, 45 anos, que há um ano descobriu e realiza tratamento contra um câncer de mama.
O diagnóstico da doença, em estágio avançado, veio após o primeiro exame das mamas. “Eu me descuidei. Quando vi, já estava com câncer agressivo, com poucas chances de cura. Para a medicina ainda não estou curada, mas pela fé sim. Estou na batalha e enquanto estiver em pé, estou vencendo. Mulheres, cuidem-se! Façam a prevenção. Conheçam seu corpo”, aconselhava Edelvis, durante a Caminhada Rosa e Azul, que aconteceu na quinta-feira, 29, pelas ruas de Parauapebas.
Em uma parceria entre as Secretarias Municipais da Saúde e da Mulher, a caminhada marcou o encerramento da programação do Outubro Rosa, movimento popular conhecido em todo o mundo na luta contra o câncer de mama.
Segundo Cleice Reis, enfermeira e coordenadora da rede materno-infantil da secretaria de saúde do município, o objetivo foi disseminar o que é o câncer de mama, a disponibilidade do serviço na rede pública de saúde, para a mulher que precisa de tratamento e principalmente que deseja fazer prevenção”.
Além da conscientização de mulheres, o Outubro Rosa também marcou conquistas como a entrega do mamógrafo, aparelho de alta tecnologia, disponibilizado na rede pública municipal, que possibilitará o diagnóstico precoce de câncer de mama.
Para Duca Pereira, coordenadora e eventos e projetos da Secretaria Municipal da Mulher (Semmu), “Outubro Rosa acabou, mas a luta continua. É necessário empenho permanente de mulheres e de toda a sociedade contra a doença”.

Deixe uma resposta