Palestra para juventude trata de “Depressão e Suicídio”

0
379

Na manhã desta quinta-feira, 30, a Prefeitura de Parauapebas realizou o projeto “Cara a Cara com a Juventude” no Plenarinho da Câmara Municipal. Alunos do ensino médio da Escola Faruk Salmen participaram de uma palestra interativa e descontraída sobre o tema “Depressão e Suicídio”, ministrada pela psicóloga do Cras dos Minérios,  Ana Carolina.

“Procurei pensar em algo dinâmico e divertido. Trouxe experiências próprias, não como profissional, mas como adolescente”, disse Ana. A psicóloga fez um paralelo com a antiguidade e atualidade, abordou mitos e verdade sobre o tema, sintomas e formas de identificar e combater. Ela ressaltou ainda que “a depressão é uma doença antiga, não é algo da modernidade”.

Ana elogiou a iniciativa do governo, falou sobre a necessidade do apoio familiar e espiritual e alertou sobre a importância da união de todos os componentes da esfera pública para combater a depressão e suicídio. “É um projeto que precisa conversar com vários setores. Não é uma questão de saúde exclusivamente, mas é uma questão de educação, uma questão social, uma questão de esporte e lazer. É preciso envolver todas as políticas públicas do município”, pontuou.

A líder da turma do 3º da Escola Faruk Salmen, Aline Sacramento, achou a palestra válida. “Devido ela ter exposto os sintomas e dado dicas de como perceber [a depressão], abriu os olhos de muita gente. Acho muito importante a Prefeitura ter feito essa palestra. Acho super importante eles estarem tentando ajudar a gente, porque não é fácil sozinho e a gente precisa de ajuda”, disse.

“Uma luz”

A coordenadora da Escola Faruk Salmen, Nelci Harmel, disse que a palestra “foi uma luz”. “A gente agradece muito ao município por ter estendido essa mão pra nós. Depressão e suicídio são temáticas sérias, devem ser trabalhada. A escola como um todo só tem a agradecer. Estamos ansiosos pela próxima palestra. Nós realmente precisamos desse apoio da Prefeitura, nesse sentido. Superou as minhas expectativas”, avaliou a coordenadora.

O projeto “Cara a Cara com a Juventude” ocorrerá durante todo o ano com palestras, roda de conversa e oficinas socioeducativas com temas sobre Depressão e Suicídio; Projeto de Vida; Juventude, Sexualidade e Gravidez na Adolescência; Ideologia de Gênero; Prevenção de Drogas Licitas e Ilícitas, entre outros.

O titular da Coordenadoria Municipal da Juventude (CMJ), Cleiton Oliveira, falou que “o desejo do governo é que a juventude seja atendida de forma qualificada. Estamos bastante atentos para os temas recorrentes com a juventude de Parauapebas. Nosso intuito é trabalhar as temáticas do ponto de vista da prevenção e combate e acreditamos que a educação e o diálogo são primordiais para lidar com a juventude nesse momento em que ela precisa compreender melhor o mundo que os cerca”.

Na tarde desta quinta-feira, 31, alunos da Escola Luiz Magno de Araújo também receberam o projeto “Cara a Cara com a Juventude” com o tema “Depressão e Suicídio”.

Texto: Rayssa Pajeú

Fotos: Piedade

Assessoria de Comunicação – ASCOM | PMP

Deixe um comentário