Poucas e boas – edição 1312

0
338

Rebaixado à Série D do Campeonato Brasileiro, o Águia de Marabá entrou em campo neste domingo (4), no estádio Zinho de Oliveira, em Marabá, para golear o Izabelense, por 5 a 2, pela segunda rodada da Segunda Divisão do Campeonato Paraense. No primeiro tempo, Tony Love inaugurou o marcador logo aos 3 minutos, mas Joãozinho, aos 41′, empatou. Na etapa complementar, Elison deixou o time visitante na frente novamente, aos 3 minutos, porém Flamel igualou outra vez aos 13′. Esdras virou aos 28′, Joãozinho fez mais um aos 36′, e Geovani, aos 42 minutos, decretou a goleada do Azulão.
———————————————————————————————-
Com grande festa da torcida, o Remo espantou qualquer desconfiança e segue firme na busca pelo acesso na Série D do Campeonato Brasileiro. Apoiado por mais de 20 mil torcedores, o Leão derrotou o Palmas, por 3 a 0, no Mangueirão, no jogo de volta das oitavas de final e garantiu a classificação à próxima fase. O time paraense havia perdido o duelo de ida por 1 a 0 e reverteu a vantagem do adversário sem grande esforço. O adversário na próxima fase será o Operário, atual campeão paranaense, que venceu, nos pênaltis o Campinense-PB.
———————————————————————————————-
Bom para um, ruim para outro. O Atlético Goianiense quebrou o jejum em casa de três jogos ao vencer o Paysandu por 2 a 1, neste sábado, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Esta foi a segunda vitória seguida do time goiano, que antes tinha batido o Paraná, em Curitiba, e já aparece com 38 pontos, em 12.º lugar. Do outro lado, esta foi a terceira derrota seguida do clube paraense, que continua com 47 pontos, em quatro lugar, ainda no G4, a zona de acesso. Antes deste jogo, o Paysandu vinha de derrotas para Náutico e Vitória. O seu objetivo era a reabilitação, mas ela não aconteceu. Contou com a derrota do Bahia para o Vitória, no clássico Ba-Vi, que o manteve entre os primeiros colocados.
———————————————————————————————-
Muitos rumores de benefícios a alguns candidatos circularam pelas redes sociais e no boca-a-boca como sempre acontece na maioria das eleições. Contudo, os erros constatados durante a apuração dos votos e a disparidade dos números envolvendo comprovantes de votação, Atas e a quantidade de cédulas nas urnas causou insatisfação na maioria dos candidatos ao Conselho Tutelar de Parauapebas.

Deixe uma resposta