Prefeitura incentiva empreendedorismo feminino em Parauapebas

0
297

Oportunidades para a mulher empreendedora, desafios, características do comportamento empreendedor, marketing pessoal e atendimento foram alguns dos temas abordados no curso “Como reconhecer o seu talento empreendedor”. As aulas ofertadas pela Prefeitura de Parauapebas em parceria com o Sebrae foram realizadas no Centro de Referencia da Secretaria da Mulher, órgão que integra a rede de atendimento da Secretaria Municipal da Mulher (Semmu). A capacitação teve início nesta segunda-feira, 22, e foi encerrada nesta quarta-feira, 24.

A instrutora do curso, Nadia Rodrigues, falou sobre a relevância dessa qualificação. “A gente falou sobre a importância de fortalecer a autoestima, a responsabilidade, porque é a partir daí que as mulheres vão se sentir seguras para empreender. Se elas não têm qualificação para serem inseridas no mercado, que bom que a Prefeitura de Parauapebas estimula as mulheres a empreenderem. A mulher é um agente transformador, capaz de mudar sua realidade”, destacou.

Elieide de Souza está desempregada e disse que o motivo de fazer o curso é o desejo de abrir um MEI e se tornar uma microempreendedora. “As oportunidades que a prefeitura tem nos proporcionado são muito boas, porque a gente tá desempregada e com o aprendizado dos cursos a gente tem chance de ganhar um dinheirinho fazendo essas coisas pra ter o sustento de casa”, disse.

Em Parauapebas, segundo o Portal do Empreendedor, dos 5.378 MEIs, a maioria (2.696) é formada por mulheres. “É importante estimular o empreendedorismo nas mulheres que muitas vezes estão em situação de vulnerabilidade. O empreendedorismo é uma forma de empoderamento feminino, de quebrar a dependência financeira do companheiro”, afirma Ana Suzi Rego, analista do Sebrae.

“Essa capacitação foi válida, as alunas realizaram exercício de autoestima, autoaceitação, autoresponsabilidade, autoafirmação, projeto de vida. Agora o mercado de Parauapebas vai receber novas empreendedoras. É importante que a comunidade saiba que os cursos ofertados pela Semmu são destinados prioritariamente para mulheres em situação de risco social, que são atendidas por algum serviço psicossocial e/ou jurídico oferecido pela secretaria”, esclareceu Dalila Costa, coordenadora interina da Casa da Mulher.

                                             Corte e Costura

O Centro de Referencia da Secretaria da Mulher também está recebendo as alunas do curso de corte e costura da1ª Semana de Formação Cultural de Parauapebas. As aulas de confecção de figurinos juninos e carnavalescos acontecem de 23 a 26 de abril.

Texto: Rayssa Pajeú

Fotos: Piedade Ferreira 

Assessoria de Comunicação – ASCOM | PMP

Deixe um comentário