Quantidade de animais de rua cresce em Parauapebas e ONG pede ajuda aos moradores

0
868

A cada dia que passa mais animais são abandonados nas ruas de Parauapebas seja por falta de condições para os donos criarem, pelo animal ter ficado idoso ou por vários outros motivos. Com 6 anos atuando na cidade, a APAMA – Associação dos Amigos e Protetores dos Animais e Meio Ambiente de Parauapebas, ONG (Organização não governamental) que presa os cuidados dos animais, tem se preocupado bastante com a situação dos mesmos.

Através de sua página no Facebook, a APAMA tem pedido a colaboração das pessoas na conscientização para os cuidados com os bixinhos e recentemente fizeram uma publicação em suas redes sociais sobre um pedido de ajuda para a quitação da dívida adquirida nos tratamentos e resgates dos animais da cidade.

Bianca D’Lavor, presidente da ONG diz está complicado a situação em que se encontram e conta também a importância das pessoas em não fecharem os olhos para a situação em que os animais de ruas estão.

A APAMA mais do que nunca necessita de solidariedade. Contamos com qualquer quantia que pode ser depositada na conta do próprio veterinário ou deixada na loja física e se não conseguirmos diminuir a dívida, os resgates podem ser suspensos e nós não desejamos isto, pois são muitos casos de animais que necessitam de ajuda”. Relata a presidente da APAMA, Bianca D’Lavor.

Um pouco sobre a APAMA:

Com o intuito de apoiar e desenvolver trabalhos em defesa do meio ambiente e do direito dos animais de qualquer espécie, envidar esforços a fim de darem proteção e assistência a animais em situações de riscos, A APAMA foi fundada em dezembro de 2012 por um grupo de pessoas que se preocupavam com a situação dos animais que se encontravam abandonados nas ruas de Parauapebas.

Com a ajuda de aproximadamente 45 voluntários, a ONG conseguiu resgatar muitos animais no decorrer dos anos e em 2017 foram resgatados das ruas cerca de 60 animais adultos e mais de 120 filhotes. Uma situação alarmante, pois com os trabalhos intensificados nos cuidados dos animais, os suprimentos foram ficando escassos levando a ONG a terem uma dívida em uma clínica veterinária da cidade.

Vale lembrar que em dezembro de 2017 a ONG foi indicada por 7 vereadores da cidade de Parauapebas para receberem uma emenda orçamentária em 2018, cabe agora ao poder executivo liberar ou não tal emenda.

Para ajuda a ONG a continuar ajudando os animais deposite qualquer valor na conta bancária da Clínica Veterinária:

Banco do Brasil 

Ag.: 3374-x

C.c.: 28858-6

C A P DE CARVALHO

Banco Bradesco

Ag.: 6450

C.: 2198-9

C A P DE CARVALHO

Rodrigo Melo

Deixe uma resposta