Secretario da SERMUB fala da ocupação da Praça da Cidadania

0
280
Foto: Edvan Lopes

Em entrevista exclusiva ao Correio do Pará o secretário da SEMURB (Secretaria Municipal de Urbanismo) Edmar Lima falou que já sabia da situação da praça,

Ratificando que ao assumir a pasta em 2017 a praça já se encontrava com um numero considerado de ambulantes que ocupando a mesma.

Com isso o primeiro procedimento tomado foi se fazer um levantamento das pessoas existentes ali naquele momento e os tipos de comércio que eles faziam no local, procedimento necessário pra iniciar um estudo e ver como solucionar o problema, na época assim como hoje o pais passa por muita dificuldade  devido a crise, não seria prudente retirar todos que estavam ali batalhando para ganha o pão do dia a dia e sem encontrar  uma alternativa pra eles.

Com isso foi passada a elaboração de um projeto, que hoje esta na mão da Secretaria de Obras SEMOB, de posse desses dados deveria ser feito uma reforma na praça com o objetivo de adequar todas as pessoas que na época estavam alocadas na praça e faziam parte do processo de comercialização daquele local, então com a reforma da praça e a construção de mais alguns quiosques poderiam contemplar as pessoas que faziam parte desse levantamento feito na época e cadastrada pela secretaria.

Já as pessoas que não se enquadrarem no perfil deveriam ser deslocadas para outra área e os que não constavam no cadastro provavelmente não seriam contemplados nesse processo, caso contrario a secretaria teria que recomeçar tudo de novo e os problemas só iriam aumentando e as coisas sairiam do controle por isso ressaltou Edmar.

O secretario falou sobre o orçamento da obra e da reforma que esta na SEMOB em andamento e logo que ficar pronto à praça passará por reforma. Também falou do pessoal que ocupavam que lá existiam na gestão anterior foi remanejado para frente do mercado municipal e o objetivo na época era fazer a desocupação da praça, essas famílias foram contemplada e remanejadas pra frente do mercado onde tem a praça de alimentação, mais hoje existem pessoas que saíram da praça naquela época e voltaram, colocaram outro ponto lá novamente,ainda de acordo com Edmar existem dados dessa época quando foi feito o levantamento.

Para o secretario as pessoas que retornaram agiram na base da esperteza querendo ser beneficiado novamente e querer ficar com dois pontos de comercio, porém com o levantamento essas pessoas não poderiam ser agraciadas com essas duas oportunidades, e sim as pessoas que estão no levantamento feito no inicio de 2017 serão agraciadas.

O governo atual tem um plano da construção de um camelódromo, um shopping popular ou algo desse tipo Edemar não falou o nome desse empreendimento porque ainda não foi definido Edmar garante que algo que visa atender essas pessoas que trabalham com essas mercadorias, e dessa forma vai ser contemplado nesse projeto pessoas que venham a sobrar do projeto da Praça da Cidadania de pessoas que estão ao longo da PA-275 e outras mais, lembrando que o governo municipal tem essa visão de procurar atender da melhor forma possível às famílias que precisam do emprego ou sobrevivem dessa forma de trabalho.

O projeto de construção de um novo espaço para essas pessoas já esta em andamento sendo elaborado pela SEMOB visando contemplar o maior quantitativo possível de pessoas já existentes no cadastro e assim que tiver data ira ser divulgada.

 

Edvan Lopes

Deixe um comentário