Vale informa sobre afastamento de empregados

0
257
InfoMoney
A Vale informa que, em 1º de março de 2019, recebeu recomendação do Ministério Público Federal, do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, da Polícia Federal e da Polícia Civil de Minas Gerais (“Força Tarefa”) para que providenciasse o afastamento de determinados funcionários de suas atividades na empresa e para que outros deixassem de desempenhar atividades relacionadas à gestão de riscos e/ou monitoramento de segurança de barragens.

No sábado, dia 2 de março de 2019, os executivos Fabio Schvartsman (Diretor-Presidente), Gerd Peter Poppinga (Diretor-Executivo de Ferrosos e Carvão), Lucio Flavio Gallon Cavalli (Diretor de Planejamento e Desenvolvimento de Ferrosos e Carvão) e Silmar Magalhães Silva (Diretor de Operações do Corredor Sudeste), voluntariamente encaminharam ao Conselho de Administração os seus respectivos pedidos de afastamento temporário de suas funções, os quais foram imediatamente aceitos.

Posteriormente, no mesmo dia, considerando a diretriz institucional da Vale em contribuir com todas as autoridades envolvidas na apuração dos fatos relacionados ao rompimento da Barragem I da Mina do Córrego do Feijão, como vem efetivamente atuando desde o princípio, o Conselho de Administração se reuniu e deliberou no sentido de seguir a recomendação em sua plenitude, no que atendeu prontamente a Diretoria Executiva,  no interesse das investigações.

Assim, em reunião realizada no dia 7 de março de 2019, a Diretoria Executiva formalmente deliberou no sentido de atender à recomendação da Força Tarefa, afastando e realocando os demais empregados elencados na recomendação.

Imprensa – Vale

Deixe um comentário