O nosso jornal

Vale registra lucro no 2º trimestre de 2015, após 3 prejuízos seguidos

SHARE
, / 274 0

A Vale anunciou nesta quinta-feira (30) que teve lucro líquido de US$ 1,675 bilhão no segundo trimestre de 2015, após ter registrado prejuízo de US$ 3,118 bilhões nos três meses anteriores, com a ajuda de maiores preços realizados na venda de minério de ferro e reduções em custos e despesas.
Em reais, o lucro líquido foi de R$ 5,144 bilhões, ante uma perda de R$ 9,538 bilhões de janeiro a março.
Este foi o primeiro lucro registrado pela mineradora após 3 trimestres consecutivos de perdas. Na comparação com o 2º trimestre do ano passado, o lucro líquido cresceu 61%. O resultado veio acima das expectativas do mercado.
A mineradora destacou que, de abril a junho, alcançou produção de 85,3 milhões de toneladas de minério de ferro, a melhor performance para um segundo trimestre na história da companhia, com a produção de Carajás atingindo 31,6 milhões de toneladas, o que também representou um recorde para um segundo trimestre.
A receita bruta no 2º trimestre ficou em R$ 21,808 bilhões, um aumento de R$ 3,444 bilhões em relação aos três meses anteriores. como resultado de maiores volumes de vendas e melhor realização de preço, apesar dos menores preços de referência de minério de ferro e de níquel.
Custos e preço do minério de ferro
Em comunicado, a Vale informou que o 2º trimestre do ano “foi marcado por uma redução substancial em custos, especialmente do Minério de Ferro, e por progresso na execução da nossa carteira de projetos, estabelecendo as bases de uma empresa ainda mais competitiva e lucrativa no futuro”.
A Vale destacou que o preço dos finos de minério de ferro foi de US$ 50,6 por tonelada no segundo trimestre, ante US$ 46 no primeiro trimestre, em contraste com uma queda nos preços médios verificados no mercado. Ainda assim, a Vale sente os efeitos da queda acentuada do mercado global de minério de ferro no último ano, em meio a uma crescente oferta e desaceleração na demanda chinesa. O preço médio realizado pela companhia um ano atrás era de US$ 84,6.
Nos primeiros seis meses do ano, a companhia fez investimentos de US$ 4,329 bilhões, uma queda de US$ 727 milhões se comparados aos investimentos feitos no primeiro semestre de 2014.
Venda de ativos
A empresa também vendeu ativos, de US$ 445 milhões, referentes à conclusão da venda de quatro navios VLOCs (very large ore carriers) para a China Ocean Shipping Company (Cosco).
A Vale informou também nesta quinta que fechou a venda de fatia minoritária da subsidiária Minerações Brasileiras Reunidas (MBR) para um fundo de investimentos do Bradesco BBI por R$ 4 bilhões.
A fatia a ser vendida representa 36,4% do capital social da MBR. O negócio está sujeito à aprovação das autoridades regulatórias do Brasil.
A MBR possui ativos para produção, transporte e embarque portuário do minério de ferro.

Leave A Reply

Your email address will not be published.