Atendimento domiciliar de saúde bucal é foco de capacitação

0
400

O evento, realizado na quarta-feira (8), foi promovido pela coordenação de saúde bucal, vinculada ao departamento da Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Durante a programação, os profissionais tiveram a oportunidade de compartilhar experiências exitosas e de compreender melhor o fluxo de trabalho.
Arlete Silva, ACS do bairro Liberdade II, compartilhou uma dessas experiências. “Durante as minhas visitas nas residências, identifiquei a situação de uma senhora que sofria muito por conta dos problemas em sua boca, tinha inclusive dificuldade para se alimentar. Acionei a odontóloga da unidade de saúde, que fez o tratamento completo na casa da paciente”, informou Arlete.
O trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) é fundamental para levantar as principais demandas de saúde da população, e o conhecimento desses profissionais com relação aos serviços disponibilizados na rede pública, assim como o fortalecimento do vínculo com os médicos, enfermeiros e odontólogos que atuam nas unidades de saúde facilita o direcionamento dos pacientes.
A palestrante do evento foi a cirurgiã dentista Rosana Maria dos Santos, que atua na Unidade de Saúde da Família Liberdade II. Ela aproveitou a oportunidade para reforçar, junto aos odontólogos, o procedimento para realização de visita domiciliar. “Precisamos aproveitar a visita para também fazer educação em saúde”, acrescentou Rosana Maria.
Para o coordenador de saúde bucal do município, Marco Aurélio Rodrigues Lopes, o evento foi produtivo. “A partir dessa capacitação acredito que o trabalho nos domicílios será mais abrangente, pois os ACS estarão mais preparados para identificar vários problemas relacionados à saúde bucal dos usuários e para levar as demandas até o dentista, facilitando assim o acesso e o retorno rápido”, avaliou Marco Aurélio.
A diretora da Atenção Básica, Dathilane Mergulhão, aproveitou o evento para informar aos participantes que as unidades de saúde estão passando por uma reestruturação no processo de trabalho. “Precisamos fazer alguns ajustes para melhorar ainda mais o atendimento à população, por isso, estamos investindo na organização do processo de trabalho e em capacitações como essas”, destacou a diretora.
(Karine Gomes/ Assessoria de Comunicação | PMP).

Deixe uma resposta