Cai o número de mortes por Aids em Parauapebas

0
350

O número de óbitos causados pelo vírus da Aids em 2014 em Parauapebas caiu mais da metade se comparado ao ano anterior. O coordenador do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), Allan Miranda, explica que essa é a maior preocupação da Prefeitura e do Ministério da Saúde, que buscam um tratamento com maior eficiência para os portadores do vírus.
“Em 2013 tivemos 12 óbitos derivados da Aids no município. Esse ano registramos cinco mortes. O diagnóstico precoce é importante, pois as pessoas que estão com o vírus iniciam de imediato o tratamento, controlando a doença e não evoluindo para o óbito” esclarece o coordenador.
Atualmente, 750 pacientes são cadastrados no CTA. Dentre esses, cerca de 300 realizam tratamento. Em 2014, foram registrados 134 novos casos da doença, um aumento de apenas seis casos comparando com 2013, que registrou 128 (o número maior foi entre homens).

Ano passado, o CTA ampliou o número de testes rápidos, realizando 8.806 testes envolvendo HIV, hepatites e sífilis. Foram realizados mais 5.700 atendimentos especializados e mais de três mil medicamentos foram distribuídos. Allan explica que diagnosticar não é problema, esclarecendo a diferença entre o vírus e a doença.
“Ter o vírus HIV é diferente de ter Aids. Muitas pessoas quando fazem o teste possuem o vírus, mas por meio do tratamento adequado, não manifestam a doença. Quando a pessoa é portadora do vírus significa que ele está em seu organismo, mas não que necessariamente, vai desenvolver a doença” esclarece Allan Miranda.
O coordenador do CTA conta que em 2014 os testes foram expandidos, saindo de dentro do centro e sendo disponibilizados em unidades de saúde, empresas e durante campanhas, mas destaca que o fluxo no atendimento ainda precisa ser ampliado. “Avançamos, mas queremos muito mais. Realizar o teste em todas as unidades de saúde para que a população possa fazer a qualquer hora é um anseio da equipe de saúde”, conclui.
No próximo sábado (14), a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do CTA estará iniciando a campanha de carnaval, com a distribuição de preservativos no corredor da folia durante os quatro dias de festa.
Ação para servidores municipais
Quer ajudar uma criança? Aproveite esse período de carnaval para doar duas latas de leite em pó ao programa do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), que atende mais de 30 crianças filhas de mães com HIV. Em troca desse ato de solidariedade, você ganhará um lindo abadá.
Os postos de troca são: CTA, na Rua P nº 38, Bairro União, contato 3346-8538; Departamento de Vigilância Sanitária, Rua B nº 360, Bairro Cidade Nova contato 3346-1020, ramal 260; e Ascom, 1º andar do Centro Administrativo, telefone 3356-0531. Lembre-se: O leite doado deve ser em pó e acondicionado em lata, por uma questão de segurança alimentar.
Os 300 primeiros servidores garantem o abadá. A ação será realizada até o dia 13 de fevereiro com a troca de abadá, mas o CTA continua o programa durante todo ano.
(Texto: Liliane Diniz).

Deixe uma resposta