Caravana Semmu leva qualificação profissional para mulheres

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A programação integra o 31º Encontro da Mulher de Parauapebas. Pré-inscrições para as oficinas dos projetos Florindo o Mundo e Mulheres Construindo são realizadas

Uma roda de conversa com mulheres dos bairros União e Liberdade I e II marcou o lançamento da Caravana Semmu – programa itinerante que leva informações e serviços da Rede de Atendimento à Mulher de Parauapebas. O destaque é para os cursos e oficinas ofertados. A ação integra a programação do 31º Encontro da Mulher.

O primeiro evento da Caravana da Semmu ocorreu nesta segunda-feira, 15, no espaço da Associação Girão de Artes Marciais. A programação segue até dia 24 de março e os encontros presenciais são organizados de acordo com as medidas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus.

Nos encontros, são realizadas pré-inscrições para as oficinas dos projetos Florindo o Mundo e Mulheres Construindo, este último ofertará qualificação em construção civil para as participantes.

“Eu tenho interesse no curso para aprender sobre construção civil e fazer serviços em casa sem depender de ninguém, economizando assim o dinheiro que eu pagaria para o pedreiro ou eletricista, por exemplo. E, quem sabe, até gerar uma renda assentando cerâmica ou fazendo pintura”, afirma a dona de casa, Raquel Neves.

De acordo com a titular da Secretaria Municipal da Mulher (Semmu), Edileide Batista, as capacitações são voltadas às mulheres em situação de vulnerabilidade social e ainda àquelas que foram remanejadas de áreas de risco por meio do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas.

“Para alcançar essas mulheres, contamos com o apoio fundamental das líderes das equipes do Encontro da Mulher. Todas que fizerem o pré-cadastro passarão por avaliação socioeconômica para só então participarem dos programas Florindo o Mundo ou Mulheres Construindo”, explica a secretária.

Florindo o Mundo e Mulheres Construindo

Tanto o Florindo o Mundo quanto o Mulheres Construindo são projetos desenvolvidos pela Prefeitura de Parauapebas e atendem aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – Agenda 2030, a medida com que promovem capacitação profissional para mulheres, promovendo a Igualdade de Gênero (objetivo 5).

Os projetos também receberão recursos do Bando Interamericano de Desenvolvimento (BID), por meio do Prosap.

Texto: Karine Gomes / Fotos: José Piedade

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

VEJA ISSO TAMBÉM