Governo autoriza financiamento da casa própria pelo Banpará a todos os servidores estaduais

Os servidores interessados no financiamento da casa própria podem procurar qualquer agência do Banpará / Foto: Ricardo Amanajás / Ag. Pará
Os interessados, efetivos e temporários, podem financiar até 90% do valor de avaliação do imóvel e têm até 35 anos para pagar

Servidores públicos efetivos e temporários do Estado e clientes do Banco do Estado do Pará (Banpará) já podem recorrer ao crédito imobiliário para financiamento de imóveis residenciais novos e/ou usados. A modalidade foi disponibilizada no início deste ano, mas estava restrita aos integrantes da área de Segurança Pública, e agoraç passa a ser oferecida a todo o funcionalismo, que pode financiar até 90% do valor de avaliaão do imóvel e em até 35 anos.

O Banpará detém, neste momento, a melhor taxa de juros do mercado para este tipo de financiamento, a qual varia em função do segmento, do indexador e do nível de relacionamento com o Banco. Para servidores efetivos, por exemplo, as taxas estão a partir de 3,18% ao ano + IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) e a partir de 6,45% ao ano + TR (Taxa Referencial). Pelo site banpara.b.br é possível simular o financiamento, com base nas condições disponíveis.

De acordo com a responsável pela Superintendência de Crédito Imobiliário do Banpará, Lauryanne Coimbra de Castro, reativar essa carteira foi uma das diretrizes estabelecidas pelo presidente da instituição bancária, Braselino Assunção, e do diretor Comercial, Jorge Antunes – traçada em acordo com o governador Helder Barbalho, que solicitou prioridade para servidores da Segurança Pública, visando possibilitar a aquisição de imóveis localizados em áreas mais seguras.

“Essa carteira é de extrema relevância para o Banco, pois é muito satisfatório auxiliar os nossos clientes a realizar o sonho de adquirir a casa própria, além de contribuir com o desenvolvimento da economia local”, explica a superintendente de Crédito Imobiliário.

Para alcançar o valor do imóvel desejado é possível compor renda com pais, irmãos, filhos e cônjuges. “O Banpará está habilitado para prestar o serviço de saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), o que significa que os clientes que possuem saldo podem utilizá-lo, se atendidos os requisitos, para compor o valor de compra e venda do imóvel, reduzindo o valor financiado”, reforça Lauryanne Coimbra de Castro. O cliente também pode incluir no financiamento os valores estimados para pagamento de despesas cartorárias do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e o valor mínimo de avaliação do imóvel – R$ 80 mil.

A superintendente de Crédito Lauryanne Coimbra de Castro frisou que reativar a carteira de crédito é uma diretriz de governo / Foto: Ricardo Amanajás / Ag. Pará

É possível também escolher entre a possibilidade de uma mensalidade fixa (tabela Price) ou decrescente (Sistema de Amortização Constante – SAC).

Como fazer – Para submeter uma proposta à análise, basta ser correntista e dirigir-se a qualquer agência do Banco, munido de documentos de identificação e de comprovação de renda e residência. Nem precisa já ter o imóvel escolhido, e quem já tiver um financiamento ativo pode solicitar a portabilidade, e assim usufruir também dessas vantagens. Todo o processo é sujeito à aprovação de crédito.

Após apresentar a proposta, o processo segue com as seguintes etapas: apresentação da documentação completa do imóvel, compradores e vendedores; avaliação de engenharia do imóvel; avaliação documental, assinatura contratual; registro em cartório e liberação ao vendedor.

“Nós recomendamos aos clientes que já estão procurando para que submetam a proposta à análise. Dessa forma, assim que definido o imóvel, o cliente já estará com o crédito aprovado e com a primeira etapa concluída. Às vezes, o cliente perde a oportunidade de compra da vida porque quem vende tem pressa e o comprador, estando com a análise de crédito concluída, já possui essa vantagem”, acrescenta Lauryanne Coimbra de Castro.

A expectativa é que a procura pelo novo produto movimente as agências do Banpará em todo o Estado. “Embora restrito apenas à Segurança Pública, recebemos muitos servidores em busca do sonho da casa própria. Com todas as condições que oferecemos agora, de taxas extremamente competitivas, mínimo de 10% de entrada, quando a maioria das outras instituições financeiras solicita 20%, e outras vantagens, esperamos receber ainda mais interessados”, disse a superintendente.

Empreendimentos – Pelo Plano Empresário Banpará, pessoas jurídicas que exerçam atividade de incorporação imobiliária também possuem acesso ao produto para a construção de empreendimentos imobiliários residenciais urbanos ou comerciais, com financiamento de até 80% do custo de obra.

“É uma maneira de também contribuirmos para a economia do Estado, fomentando a ampliação da renda, já que a construção civil é um setor relevante para a geração de emprego. E a grande vantagem é que o Banpará, por ser um banco regional, conhece as excepcionalidades e necessidades do nosso Estado e dos incorporadores locais, além de possuir equipe especializada para atendimento regionalizado”, frisou Lauryanne de Castro.

Fonte: www.agenciapara.com.br

Deixe um comentário