Irmã Teca promete trabalhar com dedicação e afinco para população

0
438

Após prometer atuar em prol da população de Parauapebas enquanto integrar o parlamento municipal, Terezinha de Jesus Gonçalves da Silva, conhecida como Irmã Teca, começou o discurso de posse agradecendo a Deus e ao apoio dos amigos.
Irmã Teca assumiu a vaga deixada por Luzinete Batista. A nova vereadora integra o Partido Verde (PV) e recebeu nas últimas eleições 538 votos.
Para a agora vereadora, assumir um cargo público em momento como este é uma tarefa árdua. Segundo Irmã Teca, a população não tem mais confiança na figura política e os exemplos apresentados não ajudam a melhorar a imagem do político.
“Venho, não somente como integrante da classe política, mas, principalmente, como uma cidadã de Parauapebas que deseja fazer um bom trabalho em um ofício que requer maior responsabilidade”, destacou Irmã Teca.
A vereadora ressaltou que a guerra que tem ocorrido no município tem causado um prejuízo incalculável para a comunidade. “As vítimas desse conflito estão nas ruas desta cidade, nas periferias sem investimentos, nos hospitais e postos de saúde e nas nossas escolas. Tudo isso porque se passa mais tempo discutindo, tramando e guerreando do que pensando e principalmente agindo em benefício da população”.
Para a parlamentar não importa se ela ou os demais vereadores que assumiram no curso da legislatura vão permanecer por muito tempo. “O que realmente importa é o legado que deixaremos aqui. Quero sair desta Casa com a mesma dignidade com a qual estou entrando e não de cabeça baixa”, afirmou.
Finalizando seu discurso, Irmã Teca fez o compromisso de trabalhar com dedicação e afinco para a população. “Sou uma mulher com orgulho de ter 50 anos de idade. Em minha passagem pelo serviço público, sempre prezei por manter a excelência e a dignidade em tudo que fiz. O importante é o que eu quero fazer a partir de agora, não por um grupo ou outro, por uma ideologia ou outra, mas por toda população desta cidade”, concluiu.
(Texto: Josiane Quintino / Ascom CMP / Foto: Luís Bezerra)

Deixe uma resposta