Número de infrações registradas pelos radares eletrônicos reduz em mais de 60%

0

Durante esta semana, a Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi) divulgou os números referentes à redução do número de infrações eletrônicas. Dados repassados pela Atlanta Tecnologia de Informação, empresa responsável pela implantação, manutenção e monitoramento dos radares, apontam que desde janeiro, data da implantação do sistema, até maio, o número de infrações caiu mais de 60%.  
Só no mês de janeiro, período de fiscalização experimental, foram registradas 33.760 infrações contra 11.607 veículos que excederam os limites de velocidade no mês de maio.
“Ficou claro que tivemos uma redução significativa, isso nos deixa otimista em dizer que a população está tendo prudência no trânsito. Nossa intenção é que esses números reduzam ainda mais”, destacou o secretário da Semsi, Eliésio Miranda.
O secretário ainda frisou que as campanhas educativas desenvolvidas pelo Núcleo de Educação para o Trânsito (NET), ligado ao Departamento Municipal de Trânsito (DMTT), foram fundamentais para conhecimento do condutor. “É importante ressaltar que nossos agentes não estão aí apenas para multar, eles também estão para orientar nossos cidadãos, bem como o nosso NET”, disse.
Segundo o chefe de gabinete da Semsi, Edno Lobato, depois da assinatura do convênio entre o Governo Municipal e Departamento de Trânsito do Estado do Pará (DETRAN), ocorrida em maio, outros pontos da cidade também devem receber os aparelhos. “As PA’s 160 e 275, também serão contempladas com esse tipo de fiscalização. Pedimos que todos respeitem as leis de trânsito, tudo para que possamos ter uma Parauapebas melhor”, destacou.
Os 17 radares já instalados na cidade estão dispostos em pontos estratégicos com máxima permitida entre 40km e 50km. Os aparelhos correspondem a três tipos: velocidade, lombada eletrônica e equipamentos que medem a parada sobre faixa, locais que estão identificados com sinalização vertical e horizontal.
De acordo com a empresa Atlanta Tecnologia de Informação, o sistema dos radares é online e acompanhado 24 horas por dia e os equipamentos recebem manutenção durante a semana, em horário comercial. “Os aparelhos são de alta tecnologia, caso apresentem algum problema, o mesmo poderá ser solucionado imediatamente”, certificou o técnico responsável pelo acompanhamento dos equipamentos, Diego Fernandes.

Convênio entre Prefeitura e DETRAN
No dia 27 de maio de 2015, o Diário Oficial publicou o convênio 06/15 entre DETRAN e Prefeitura de Parauapebas, que delega competências ao DMTT. Durante 24 meses, com início de 23 de maio de 2015 a 22 de maio de 2017. Os agentes de trânsito terão suas atribuições referentes à fiscalização ampliadas, conforme as atribuições artigos 21 e 22 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) dentro dos limites do município.
Os agentes, assim como a fiscalização eletrônica, poderão monitorar as rodovias estaduais, além de fazer verificação de documentação do condutor e veículo, equipamentos de segurança, veículo sem placa, sem equipamentos obrigatórios, teste de alcoolemia, entre outras atribuições previstas no Código. 
Texto: Ascom PMP | Fotos: Irisvelton Silva.

Deixe uma resposta