POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO PARA INVESTIGAR MORTE DE CONSELHEIRO TUTELAR NO PARÁ

0
PRESOS NA OPERAÇÃO

A Polícia Civil do Pará prendeu, nesta quarta-feira (23), Izaias Rocha, de apelido Corujão; Igor Gomes Dias e Antônio Guilherme Nazário, durante a operação policial denominada “A Lei é Para Todos”, deflagrada em Rio Maria e Redenção, no sudeste do Estado. Eles são investigados no inquérito sobre o assassinato do conselheiro tutelar Gutemberg Santana de Souza, que foi morto a tiros, em 19 de setembro deste ano, em Rio Maria. Izaias Rocha tem mandado de prisão preventiva sob acusação da autoria de um homicídio, no ano de 2005, em Itupiranga, no sudeste paraense. Ele também tem mandado de prisão preventiva pela prática de tráfico e associação para o tráfico ilícito de droga.

O investigado Igor Dias tem mandado de prisão preventiva pela prática de tráfico e associação para o tráfico ilícito de droga, Já Antônio Guilherme tem mandado de prisão preventiva pela prática de tráfico e associação para o tráfico ilícito de droga.

Durante a operação, cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas residências dos investigados e nas casas do vereador Moisés Belício e Elivando Jardim, conhecido como Vampiro, também investigados como suspeitos do crime. Celulares foram apreendidos nas casas para passar por análises das investigações.

A investigação é presidida pelo delegado Carlos César da Silva, após designação do superintendente do Alto Xingu, delegado José Carlos Rodrigues em atendimento à determinação do diretor de Polícia do Interior, delegado José Humberto Melo, e do delegado-geral, Alberto Teixeira.

APURAÇÕES Durante as investigações da morte do conselheiro tutelar, explica o delegado José Carlos, foi descoberto que Izaias Rocha é servidor público municipal e exerce a função de motorista do Conselho Tutelar de Rio Maria. Ele possuía mandado de prisão preventiva pela prática de homicídio qualificado, no ano de 2005, quando foi denunciado pelo Ministério Público do Estado. O crime foi cometido na companhia de outras duas pessoas em Itupiranga. A vítima foi Antonio Edisnei morto a tiros. Na época, outra pessoa foi baleada por Izaias.

Além disso, as investigações apontaram que Izaias Rocha, de apelido “Corujão”, estava atualmente estava praticando tráfico de drogas, na cidade de Redenção, e que o esquema de venda de entorpecentes tinha como fornecedor Antônio Guilherme Nazário. Rocha, segundo as investigações, atuava durante o expediente de trabalho, em um esquema conhecido como “disque drogas”, em Rio Maria, onde distribuía entorpecentes a diversos usuários. Da mesma forma, as investigações identificaram que Igor Gomes também atuava na distribuição de drogas ilegais vindas de Redenção.

A operação contou com apoio de equipe da Superintendência do Alto Xingu, da Delegacia de Tucumã e da Delegacia de Conflitos Agrários de Redenção. “Todos os materiais apreendidos passarão por análises e perícias para servir de base para o prosseguimento das investigações que visa a elucidação completa do evento criminoso”, ressalta o delegado.

CELULARES APREENDIDOS

www.policiacivil.pa.gov.br

Deixe um comentário