Poucas e boas – edição 1272

0
316

Em queda livre: Em valores absolutos, volta a cair as exportações do município de Parauapebas, que há anos está entre os recordistas do Brasil. Em março deste ano Parauapebas exportou US$358.999.475,00 uma queda de 11,04% em relação ao mês de fevereiro. Mesmo com o baixo desempenho ao longo do ano, Parauapebas tem números ainda invejáveis. O município é o terceiro que mais exportou em 2015, perde apenas para São Paulo e Rio de Janeiro, e mantém-se no topo quando o assunto é saldo da balança comercial, com US$ 1.010.969.348,00 nos três primeiros meses de 2015.
——————————————————————————————
Paralisadas: As obras da nova cadeia pública de Parauapebas estão paradas e o prédio antigo está superlotado. O espaço tem capacidade para 60 presos, mas atualmente 167 internos estão divididos em quatro celas. Localizada no centro da cidade, a cadeia existe há 30 anos. Orçada em mais de R$ 4 milhões a obra começou em 2012 e deveria ficar pronta em 540 dias, cerca de um ano e meio. Passados quase três anos, as obras continuam paradas. A capacidade é para 306 presos.
——————————————————————————————
Trabalho infantil: Em Marabá, juízes federais do Trabalho estão levando aos alunos da rede pública municipal o Programa de erradicação da exploração do trabalho infantil. Eles já estiveram nas Escolas Silvino Santis, na Folha 33, e Irmã Theodora, no Liberdade. Os municípios de Itupiranga, Nova Ipixuna e Jacundá já solicitaram aos magistrados que agendem palestras para seus alunos.
——————————————————————————————
Educação Fiscal: Na próxima terça-feira, dia 14/4, às 9:00 horas, a Alfândega do Aeroporto Internacional de Belém realizará um evento de Educação Fiscal para os alunos do Centro de Estudos John Knox. O evento contará com uma palestra e uma simulação de atendimento ao voo em área de desembarque internacional.

Deixe uma resposta