Prefeito de Curionópolis busca recursos do Fundo para o Desenvolvimento Regional com Recursos da Desestatização (FRD)

0
225

Em busca de garantir os recursos para investir na infraestrutura do município de Curionópolis, o prefeito Adonei Aguiar participou de uma reunião para tratar sobre o Fundo para o Desenvolvimento Regional com Recursos da Desestatização (FRD). O evento foi realizado na manhã desta quarta-feira (4), na Secretaria de Obras Públicas do Estado (Sedop), em Belém.

A captação dos recursos proveniente deste fundo pode beneficiar 16 municípios que compõem a região de Carajás. Para Curionópolis, estão previstos recursos para implantação de mais 5 km de asfalto.

“Estamos pleiteando esse recurso que trará pavimentação asfáltica para os bairros que estão necessitando de mais infraestrutura. E para garantir este benefício, iremos em comitiva juntamente com o governo do Estado à presidência do BNDS, no Rio de Janeiro, em 15 dias “, disse o prefeito Adonei Aguiar.

Estiveram presentes na reunião o secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas Ruy Cabral, representante da Casa Civil da Governadoria do Estado Josenir Nascimento e os demais prefeitos da região de Carajás.

O FRD

O Fundo de Desenvolvimento surgiu em 1942, com a criação da Companhia Vale do Rio Doce, que tinha um dispositivo em seus estatutos que exigia a aplicação de 8% do seu lucro líquido em favor dos Municípios inseridos na área de sua atuação e visava exatamente ter um efeito corretivo e compensatório, a fim de minimizar os impactos negativos dos projetos da Vale.

Com a privatização da Cia. Vale do Rio Doce, os recursos do Fundo foram destinados ao BNDES, que se reestruturou para gerir adequadamente projetos de pequeno e médio porte, mantendo as linhas básicas dos planos e programas que a Vale do Rio Doce, quando estatal, usava em favor dos Municípios. Assim, após a privatização, foi assinado um protocolo e, no dia 17 de dezembro, com a Resolução 918/97 do BNDES, foi criado o Fundo para o Desenvolvimento Regional com Recursos da Desestatização (FRD).

ascom.curionopolis

Deixe um comentário