Prefeitura abre as portas para exposição Comunidade de Leitores da Educação Infantil

0

Música, histórias e muita alegria tomaram conta do hall de entrada da Prefeitura de Parauapebas na manhã da última sexta-feira, 23. O local foi palco da primeira exposição do projeto Comunidade de Leitores da Educação Infantil, uma ação institucional da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que trouxe como tema “A literatura além dos muros da escola”.

O objetivo é expandir as ações do projeto, revelando sua importância no desenvolvimento social e cultural da comunidade escolar, a exposição contou com a participação das 23 escolas de educação infantil, que trouxeram, cada uma, um pouco daquilo que desenvolvem.

A programação foi aberta pelas crianças da Escola Pequeno Príncipe com o musical “O Rato”, que arrancou gargalhadas e aplausos da plateia. Na sequência, foram apresentados indicações literárias, teatro, reconto, leituras e contação de histórias. Depois das apresentações culturais, o público pode conferir parte do material desenvolvido nas escolas por meio do projeto.

Para a técnica do Departamento de Educação Infantil da Semed, Elexsandra Anjos, a proposta é construir uma comunidade de leitores, em que as crianças são o público-alvo central. “Os gestores, professores, funcionários, pais e a própria comunidade são convidados a participar”, destaca a educadora, informando que a mostra visa valorizar o trabalho realizado no segmento.

“Todas as ações que compõem o ‘Comunidade de Leitores’ [sacolas literárias, carrinho literário, teatro com fantoches, leitura pelo professor, pela criança, pela comunidade] objetivam despertar nas crianças o interesse pela leitura”, afirma Cleidiane Saraiva, coordenadora da Escola Deyse Lorrena, ressaltando que a garotada tem levado a cultura da leitura para casa.

                   INTERAÇÃO ALÉM DOS MUROS DA ESCOLA

Francisca Souza, mãe do Paulo Izidoro Souza da Escola Cora Coralina, é exemplo do envolvimento da comunidade. Ela faz leituras regulares para as crianças na escola. Para a exposição, trouxe o conto de Perrault “Chapeuzinho Vermelho”. “É muito gratificante ler para meu filho e para as outras crianças. Eu tenho percebido o quanto isso é importante para eles e gera ótimos resultados”, destaca a mãe.

Para os pequenos estudantes, diversão garantida é sinônimo de felicidade e aprendizagem, e é assim que eles são ensinados. Anna Liz Morais, da Escola Ruth Rocha, encenou com os colegas a história de Geoffroy Pennart “O Lobo Voltou”. A facilidade com que eles se apresentaram demonstra que as lições estão sendo apreendidas. “Eu gosto muito de histórias. Minha professora conta muitas e a minha favorita é a do Lobo”, garante a garotinha.

O secretário de Educação, Luiz Vieira, prestigiou o evento e interagiu com os estudantes ao cantar uma canção com eles. Para Vieira, a exposição é um exemplo de como a Semed tem buscando reforçar cada vez mais as boas práticas pedagógicas. “É nosso papel encantar nosso aluno, fazer com que ele tenha interesse, paixão pela leitura. Esse é um exemplo de como nós podemos fazer cada vez mais pelas nossas crianças”, destacou.

Texto: Messania Cardoso / Fotos: Lucas Dias/ Piedade Ferreira/Messania

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

 

Deixe um comentário