Primeira etapa do Prosap começa em novembro

0

Em clima de muita comemoração foi assinado, na manhã desta sexta-feira (25), o contrato para início das obras do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap), no auditório da prefeitura.

O prefeito Darci Lermen se emocionou ao fazer um resgate de todo o trabalho de planejamento técnico e articulação política, desenvolvido pelo governo municipal, para realização do Prosap.

“Trata-se da maior obra que já foi realizada em nossa cidade! Chegamos até aqui com muita dificuldade, vencemos a burocracia de todos os órgãos para conseguir esse financiamento e assim executaremos esse grande projeto em benefício da nossa gente. Nossa equipe do Prosap demonstrou preparo e conseguiu conceber um projeto que realmente vai transformar a nossa cidade para melhor”, declarou o prefeito.

Darci também destacou como pontos positivos do financiamento o fato de “ser um dinheiro barato”, e que o município está em dias com todas as suas obrigações financeiras, o que contribui para a aprovação do crédito junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

“Estamos preparando nossa cidade para o futuro. Daqui a alguns anos, quando não existir mais o recurso da mineração, teremos alternativas econômicas, como o turismo e a agricultura. Com o Prosap, teremos uma cidade mais estruturada para desenvolver as rotas turísticas, fazer com que o turista venha para a cidade e encontre um bom lugar”, acrescentou o prefeito.

Os benefícios que o Prosap vai gerar para a saúde pública do município, foram destacados pelo presidente da Câmara, Luiz Castilho, durante o evento, “vamos sair de uma situação crítica, no que diz respeito ao tratamento de esgoto, e entraremos para o grupo das 100 cidades com saneamento básico mais bem estruturado do país”.

A Trans Vias Construções foi a ganhadora do processo licitatório para a execução das obras da 1º etapa do Prosap. Guilherme Lourenço, representante da empresa, esteve presente no evento e garantiu que a partir de semana que vem começa a mobilização para o início das obras, que está programado para o começo de novembro.

Na abertura do evento, foi apresentado um vídeo com a projeção de como ficará a obra da 1º etapa, compreendendo a revitalização de 2.400 metros do Igarapé Ilha do Coco com serviços de macrodrenagem; implantação de 7.000 metros de redes de drenagem pluvial nos bairros que margeiam o igarapé; implantação de 3.500 metros de vias marginais ao igarapé, com ciclovias e pista de caminhada; construção de parques lineares; construção de um parque urbano de 150 mil m2 na área localizada em frente à prefeitura.

Texto: Karine Gomes / Fotos: Lucas Dias

Assessoria de Comunicação

Deixe um comentário