Projeto Jovem Ambientalista é ampliado e passa a atender alunos do campo

0
541

A aula inaugural da 14ª turma do Projeto Jovem ambientalista (PJA) ocorreu na manhã do último sábado, 4, no anfiteatro da Escola Municipal de Ensino Fundamental Jorge Amado, localizada na Área de Proteção Ambiental (APA) do Igarapé Gelado.

Alunos, pais, educadores, gestores e equipe técnica do Centro de Educação Ambiental de Parauapebas (Ceap), além de representantes das instituições parceiras e da Secretaria Municipal de Educação (Semed), participaram do evento, que contou com relatos dos jovens da turma de 2018 e com uma palestra sobre “Protagonismo Juvenil e o Valor do Campo”, ministrada pela socióloga Suely Guilherme.

Este ano, o Projeto do Ceap, que visa à formação socioambiental dos jovens de escolas públicas, apresenta um formato diferente: o atendimento de comunidades localizadas em Unidades de Conservação (UC’s), compreendendo assim escolas da zona rural do município e um número maior de alunos.

O número de alunos dobrou, agora são 95 educandos das turmas beneficiadas de 9° ano, a grande maioria de três escolas da zona rural: Jorge Amado (APA do Gelado), Gonçalves Dias (Paulo Fonteles) e Monteiro Lobato (Vila Paulo Fonteles), e os demais das escolas Antônio Matos Filho e Mario Lago (próximas a Floresta Nacional de Carajás).

“Por meio do trabalho desenvolvido com estes jovens, queremos engajar a comunidade dessas áreas na desafiadora tarefa de conservar as diversidades natural, cultural e histórica destes territórios”, frisa Elisangela Lucena, coordenadora do PJA.

Thayná da Silva Santos, aluna da escola Jorge Amado, integra a turma. “Moro em uma área de proteção ambiental e não a conheço direito. Sei que os desafios aqui são grandes, mas eu gosto de novos desafios e estou disposta a adquirir conhecimentos e contribuir com a minha comunidade”, garante Thayna, agradecendo a oportunidade oferecida pelo governo municipal.

Na ocasião, Walter Ferreira, assessor da Secretaria Municipal de Educação (Semed), representou o secretário de Educação, Luiz Vieira. “Precisamos aliar desenvolvimento com sustentabilidade e esta é uma forma de educar a comunidade dessa região por meio do protagonismo juvenil”, destacou o assessor.

Também marcaram presença no evento Vitor Garcia Neto, coordenador de Proteção Ambiental do ICMbio; Francisco Serrano, diretor da Educação do Campo; Leonidas Pompeu, coordenador pedagógico Ceap/UFRA; Francilma Dutra, representante da secretaria de Meio Ambiente (Semma); José Orlando Vieira Reis, coordenador do Ceap, entre outras autoridades.

 

Texto: Messania Cardoso

Fotos: Messania Cardoso

Assessoria de Comunicação – ASCOM | PMP

Deixe um comentário