Show do Whindersson Nunes em Parauapebas

0
562

Whindersson Nunes, o piauiense que conquistou fãs de todos os cantos do Brasil com seus vídeos caseiros falando sobre as peripécias que acontecem em sua vida, Eles estará em Parauapebas – PA pela primeira vez com o seu solo de humor “Marminino!”, dia 17/10, às 20h, no Tatersal da FAP. O show mistura stand up comedy, improviso e até música. Os ingressos custaram 60 R$ e para os moradores de Canaã dos Carajás terá um caravana que sairá 18hrs da cidade e custara apenas 25 R$ os interessados em participar da caravana Clique Aqui Para saber mais informações.
“A ideia de começar a gravá-los surgiu porque eu não fazia nada e sentia a necessidade de fazer alguma coisa para dizer a alguém. Peguei as minhas histórias e fiz os vídeos. No começo eram ruins, mas caiu na graça do povo. Hoje estou aí”, orgulha-se o artista, que há cinco anos grava vídeos caseiros.
Seus pais no começo achavam que ele era um vagabundo, mas depois que começou a pagar as prestações do carro essa opinião “curiosamente” mudou. “Meu pai dizia antigamente que eu era um vagabundo, agora virei o filho estrela”, disse, aos rios.
Alguns dos assuntos abordados em seus vídeos são dificuldades de morar sozinho, bullying, namoro, TV, escola e até o dia em que ao invés de ganhar um Playstation, seu pai o presenteou com um Polystation – versão pirita do videogame. “Essa história do Polystation (com quase 975 mil visualizações) é muito f*d*. Ela não é tão engraçada, mas no vídeo ficou muito cômica e interessante”, opinou o comediante.
Este é um resumo de quem é, o piauiense que conquistou fãs de todos os cantos do Brasil com seus vídeos caseiros falando sobre as peripécias que acontecem em sua vida.
Redes Sociais
Para quem quiser saber mais sobre a carreira do comediante piauiense Whindersson Nunes é só conferir o seu canal no You Tube (whinderssonnunes) ou segui-lo no Twitter (@whindersson), no Instagram (whinderssonnunes) ou no Facebook (Whindersson Nunes).
Em Parauapebas, Nunes fará uma apresentação no estilo stand-up comedy, misturando um pouco de improviso e até de música. O formato de comédia em pé ainda é uma novidade para ele. “Nem sabia que ia fazê-lo na minha vida. A primeira vez que fiz, eu não gostei, mas a partir da segunda vez comecei a gostar. Hoje sinto como se tivesse olhando para a câmera e gravando”, afirma o piauiense, que adora dizer que é “ostentação”.

Deixe uma resposta