Acusado por diversos crimes de homicídio é preso em ação conjunta entre as Polícias Civil e Militar no município Parauapebas, sudeste do Pará

0

A prisão, em flagrante, de Jefferson Martins Bessa, conhecido como “Jegue” ocorreu, nesta terça-feira (07), após uma ação conjunta entre as Polícias Civil e Militar. Contra o acusado havia um mandado de prisão preventiva em descoberta da autoria de diversos homicídios, além de um outro mandado de prisão, em aberto, pelo crime homicídio, cometido no ano de 2011, no mesmo município. A prisão do acusado ocorreu no bairro Primavera, localizado no município Parauapebas, sudeste paraense. “Jegue” é membro de uma facção criminosa.

Em depoimento Jefferson confessou a autoria na prática de, ao menos, 6 crimes de homicídios, consumados e tentados, entre os dias 02 e 05 de janeiro de 2020, ocorridos no município de Parauapebas, no Pará. Ao ser interrogado o acusado confessou, a autoria do homicídio contra Romário Correa Balieiro, além das tentativas de homicídio contra a vida de Frank Rafael Santos Vaz, e a vida de . C. S. V., crimes ocorridos no dia 02 de janeiro de 2020.

Na sequência das formalidades legais, Jefferson, confirmou ainda, a autoria do duplo homicídio de Tarcísio Barros Queiroz e Reginaldo Silva Vieira, de apelido “Márcio”, ocorrido no dia 04 de janeiro de 2020. Como se não bastasse, ele confessou também, a prática das tentativas de homicídio contra Jhonny de Lima Cândido e Denilson da Cruz Sousa, ocorridas no Bairro Cidade Jardim, ocasião em que afirmou a coautoria de Tiago Gomes Costa do Nascimento, conhecido como “Catatau”, que foi preso, em flagrante.

Por fim, Jefferson confirmou que José Tiago Gomes Costa do Nascimento, o “Catatau”, de fato, participou no dia 04 de janeiro de 2020, dos homicídios contra Tarcísio Barros Queiroz e Reginaldo Silva Vieira, e no dia 05 de janeiro de 2020, participou nas práticas das tentativas de homicídio de Jhonny de Lima Cândido e Denilson da Cruz Sousa.

Durante a prisão, foram encontrados e apreendidos na posse do acusado, um revólver cal. 38, numeração oxidada, e 5 munições intactas. Foi apreendido ainda, uma motocicleta Honda CB 300, cor dourada/amarelada, utilizada, no cometimento dos crimes, ocorridos no dia 02 de janeiro de 2020.

As investigações prosseguem a fim de identificar demais suspeitos.

Por Luiz Cláudio (PC) / www.policiacivil.pa.gov.br

Deixe um comentário