IBGE abre quase 7 mil vagas temporárias Para o Censo 2021 no Pará

Visando a realização do Censo Demográfico 2021, O IBGE Pará divulga hoje (18) a abertura do Processo Seletivo Simplificado para a contratação de 6.768 agentes temporários no estado do Pará. Os cargos se dividem em Agente Censitário Municipal (ACM), Agente Censitário Supervisor (ACS) e Recenseador. As inscrições iniciam na próxima sexta-feira (19) para o cargo de recenseador e terça-feira (23) para os cargos de ACM e ACS e podem ser realizadas no site do Cebraspe até os dias 15 de março para ACM e ACS e 19 de março para Recenseador. As provas serão realizadas presencialmente nos dias 18 e 25 de abril e serão aplicadas em todos os municípios para os quais houver vagas.
O cargo de ACM destina-se aos trabalhos de gerenciamento e acompanhamento da coleta em cada município, enquanto o de ACS aos trabalhos administrativos e técnico operacionais, além de supervisionar o trabalho realizado pelos recenseadores.  As remunerações serão de, respectivamente, R$ 2.100,00 e R$ 1.700,00. Além do salário, terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação em vigor e conforme o estabelecido no edital. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais. O nível de escolaridade exigido para ambas as funções é o ensino médio completo. A prova para os dois cargos será a mesma, aplicada no dia 18 de abril, sendo definido o preenchimento das vagas por ordem de classificação (os primeiros colocados assumem o cargo de ACM).  A inscrição para os cargos custa R$ 39,49 e pode ser paga pela internet ou fisicamente em qualquer banco ou casa lotérica. Há 746 vagas para ACM e ACS distribuídas em todo o estado do Pará.
O cargo de Recenseador destina-se a coleta de dados por meio de entrevistas com os moradores. A remuneração é variável, sendo definida por produção. No hotsite do Censo 2021 haverá um simulador em que os candidatos poderão estimar a remuneração a ser obtida, com base nos valores pagos por setor censitário em cada localidade. O agente também fará jus a 13º e férias proporcionais. O horário de trabalho é flexível, sendo recomendada jornada de, no mínimo, 25 horas semanais. A prova para o cargo será aplicada, presencialmente, no dia 25 de abril. O recenseador passará ainda por um treinamento de caráter classificatório e eliminatório, com duração de 5 dias e fará jus a ajuda de custo disponibilizada pelo IBGE. O nível de escolaridade exigido para a função é o ensino fundamental completo. A inscrição para o cargo custa R$ 25,77 e há 6.022 vagas distribuídas em todo o Pará.
Todos os contratos terão vigência inicial de 30 dias, podendo ser prorrogados sucessivas vezes a depender da necessidade do serviço. O IBGE prevê que as contratações iniciem em maio (ACM e ACS e durem, em média, cinco meses para ACMs e ACSs e três meses para recenseador (a partir de julho). Podem se inscrever os que tiverem 18 anos ou mais e preencherem os requisitos de escolaridade.
A organizadora do processo seletivo simplificado, junto ao IBGE, está trabalhando na estruturação de protocolo sanitário para garantir a segurança de todos os candidatos e dos trabalhadores que atuarão na aplicação das provas.
Conteúdos da prova
Os candidatos a ACM e ACS farão prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos. O conteúdo programático está disponível no edital.
Já os candidatos a recenseador farão prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos. O conteúdo também está no edital. Além disso, passarão por treinamento, com duração de 5 a 6 dias, de caráter eliminatório e classificatório.
As provas para ACM, ACS e recenseador terão duração de quatro horas e serão aplicadas no turno da tarde. Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia seguinte a aplicação das provas, a partir das 19 horas, no site do Cebraspe. O resultado final está previsto para 27 de maio.
Adiamento do Censo em 2020
Com o adiamento do Censo para 2021 devido à pandemia de Covid-19, os processos seletivos para ACM, ACS e recenseadores abertos em 2020 foram cancelados. Quem se inscreveu na seleção do ano passado não está com a inscrição garantida para os processos seletivos deste ano. É preciso fazer nova inscrição e pagar a taxa para garantir a participação na nova seleção.
Desde maio do ano passado, os inscritos na seleção cancelada podem solicitar o reembolso da taxa de inscrição através da Central de Atendimento do IBGE, pelo telefone 0800 721 8181. A ligação é gratuita. Basta informar nome e CPF para confirmação do cadastro e dados bancários (banco, nº da agência e conta bancária), em que seja o titular, para o recebimento do valor. Em janeiro, o IBGE iniciou a terceira fase de restituição da taxa de inscrição.
O quê: abertas inscrições para processo seletivo do IBGE
Quem: podem se inscrever pessoas a partir dos 18 anos que tenham o ensino fundamental (recenseador) ou médio completo (ACM e ACS)
Quando: de 19 de fevereiro a 15 (ACM e ACS) ou 19 de março (recenseador)
Onde: realizadas no site da banca Cebraspe
Quanto: R$ 39,49 (ACM e ACS) e R$ 25,77 (recenseador)
Confira a distribuição das vagas por municípios e os editais na íntegra: https://censo2021.ibge.gov.br/trabalhe-no-censo.html

Deixe um comentário