Merenda em Casa injeta recursos na economia de Parauapebas

Entrega do cartão começou nesta quarta-feira, 13, e cerca de duas mil famílias já haviam usado o dinheiro na compra de alimentos antes do final da tarde

Sem filas nem aglomerações e com todos os cuidados de proteção contra a covid-19 tomados pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), a Prefeitura de Parauapebas começou nesta quarta-feira, 13, a entregar o cartão Merenda em Casa para os pais e responsáveis de mais de 47 mil alunos da rede pública de ensino municipal, incluindo os jovens e adultos do EJA.

São R$ 50 para cada aluno ter a alimentação reforçada, o que significa que, somente agora em maio, mais de R$ 2,3 milhões serão injetados no comércio local de Parauapebas. Em junho, novamente esse valor vai movimentar a economia do município, somando aproximadamente R$ 4,7 milhões destinados a um benefício para crianças e adolescentes impedidos de irem à escola devido ao novo coronavírus.

“Além de complementar a alimentação de nossas crianças, estamos injetando na economia local quase R$ 5 milhões em momento de crise. Isso significa muito. Haverá uma circulação maior de recursos no município”, observa o secretário municipal de Educação, Luiz Vieira, para enfatizar que praticamente todo o valor do contrato efetivado com a prestadora de serviços é para o abastecimento dos cartões, por dois meses consecutivos.

Noelma Gomes Lima fez parte de uma das milhares de famílias favorecidas com o auxílio merenda logo no primeiro dia de entrega. A caixa de supermercado é mãe de Nicoly Rodrigues, aluna do 2º ano da escola Carlos Henrique, no bairro Rio Verde.

“O salário não é o suficiente para sustentar a minha família, ainda mais porque moro de aluguel. Então esse cartão vai ser muito útil, vai complementar a alimentação da Nicoly e não deixar faltar o necessário”, reconhece Noelma.

Pai de duas alunas, Francisco Costa também compareceu ainda pela manhã à escola em que suas filhas estudam para pegar o cartão. “Eu sou diarista e a crise está fazendo com que eu não encontre trabalho para garantir o pão de cada dia. Esse benefício chegou em uma hora de muita necessidade e vai ajudar na refeição das crianças”, comemora seu Francisco.

Ainda não havia chegado o final da tarde desta quarta-feira quando a Semed foi informada pela empresa responsável pela confecção e administração financeira dos cartões que mais de dois mil beneficiários já haviam ido às compras. “Isso demonstra a urgência e necessidade desse benefício”, aponta o secretário Luiz Vieira.

Confira o cronograma de entrega dos cartões, que segue até a próxima segunda-feira, 18:

ESCOLAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ESCOLAS DO CAMPO: 13 a 15 de maio

  • Dia 13 e 14 – Escolas de Educação Infantil (zonas urbana e rural)
  • Dias 13, 14 e 15 – Escolas de ensino fundamental (zona rural)

ESCOLAS DE ENSINO FUNDAMENTAL URBANAS: 13 a 18 de maio

  • Dia 13: Alunos da EJA e do 1º Ciclo (1º, 2º e 3º ano)
  • Dia 14: Alunos do 2º ciclo (4º e 5º ano)
  • Dia 15: Alunos do 3º ciclo (6º e 7º ano)
  • Dia 18: Alunos do 4º ciclo (8º e 9º ano)
Texto: Messania Cardoso / Foto: Irisvelton Silva

Deixe um comentário