Prefeitura inicia demolição do viaduto de Parauapebas

Novo projeto deixará a área com visual mais bonito e trânsito melhor organizado. Obra faz parte das condicionantes ambientais para construção do ramal ferroviário da Vale

A Prefeitura de Parauapebas começou a demolir o viaduto que passa pela PA-160 e PA-275, para não só oferecer um visual mais bonito praticamente na entrada da cidade como também organizar o trânsito naquela área, que irá receber nova pavimentação asfáltica, cruzamento com semáforo, arborização, ciclovias, canteiros, novo sistema de drenagem, calçadas em ladrilho hidráulico e blocos intertravados.

A demolição começou no último sábado, 16. Nesse primeiro momento, a Secretaria Municipal de Obras (Semob) trabalha na retirada dos postes e do material considerado vegetal. A obra faz parte das condicionantes ambientais do ramal ferroviário construído pela Vale, e os recursos não podem ser destinados para outros fins: têm que ser direcionados exclusivamente para serviços que contemplem a mobilidade urbana.

O projeto ainda abrange um conjunto de serviços, como a construção de uma ponte na PA-160, ao lado do posto próximo ao viaduto, a construção de ciclovia e canteiro central também na PA-160, no trecho compreendido entre a entrada do bairro Amazônia até a avenida dos Ipês.

De acordo com Erik Machado, engenheiro da Semob responsável pela fiscalização da obra, o prazo de entrega é de até oito meses, no entanto a previsão é que a conclusão ocorra no menor tempo possível. “Estamos na fase de introdução da obra, fazendo a limpeza geral. Em seguida vamos fazer a escavação, drenagem e todo o processo para construção do cruzamento sinalizado por semáforos, ciclovia e os acabamentos necessários’, explica o engenheiro.

Atualmente, o viaduto já acarreta muitos transtornos. Com a nova obra, o cenário da área que antes era considerada a entrada da cidade vai gerar melhorias e possibilitar maior mobilidade, segurança e fluidez ao trânsito.

Trânsito interditado

Para a demolição do viaduto e construção de novo projeto, o trânsito precisou ser interditado no local. É preciso ficar atento às placas de sinalização com as devidas orientações. A equipe do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) e a Semob realizaram estudos para propor novas formas de desvios e alternativas de rotas no trânsito a fim de minimizar transtornos para a população.

Fique atento às vias alternativas!

– Deslocamento para os bairros Cidade Nova, Rio Verde, Beira Rio e Núcleo de Carajás:

  • Se o cidadão estiver na PA-275, deverá seguir até o retorno que dá acesso para a avenida Potiguar, no bairro Parque dos Carajás.

– Deslocamento para o Bairro da Paz:

  • Pela PA-160, o condutor pode acessar a avenida Tupinambá no bairro Parque dos Carajás e, em seguida, a avenida I.

Quem estiver transitando no sentido Canaã dos Carajás a Parauapebas, não terá o acesso pelo viaduto. Neste caso, a rota alternativa será pelo bairro Novo Brasil.

Texto: Liliane Diniz / Fotos: Kelson Araújo e Rodrigo Melo

Deixe um comentário