Hospital de Campanha de Parauapebas mantém taxa média de ocupação acima de 60%

Em 17 dias, HC já atendeu 128 pacientes, a maioria do sexo masculino. Foram 66 altas médicas até esta quinta-feira, 4

De 19 de maio até às 12h desta quinta-feira, 4 de junho, 128 pacientes receberam atendimento no Hospital de Campanha de Parauapebas. A taxa média de ocupação no HC registra 62% nos últimos 17 dias. O número de altas médicas, no mesmo período, chega a 66. A unidade conta com capacidade para internação de 100 pacientes, sendo que cinco leitos são disponibilizados para estabilização de casos mais graves.

O hospital, que teve aporte da Vale e mantém gestão do Instituto Acqua em parceria com a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria de Saúde (Semsa), registra em relatório de internação cerca de 66% dos pacientes do sexo masculino. A maior taxa de internação foi logo após a inauguração do HC, quando no dia 19 de maio 22 pacientes deram entrada nas enfermarias, seguida pela data de 26 de maio com 17 internações.

O número de pacientes regulados pelo Hospital Geral de Parauapebas chegou a 34 pessoas; da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) são 70 e o Hospital Municipal de Parauapebas regulou 24 pacientes.

Dedicação aos pacientes

Fernando da Silva, corretor de imóveis, foi diagnosticado com Covid-19 por meio de tomografia do pulmão. Ele foi aconselhado a fazer o tratamento em casa, mas precisou ser internado. “Quando fui internado tive a oportunidade de ser transferido para o Hospital de Campanha e lá constatou que eu estava com 40% do pulmão comprometido. Fui atendido por uma equipe médica e de enfermagem muito boa e isso fez uma diferença muito grande”, relata ele.

Fernando ficou internado durante dez dias no HC e afirma que só tem a agradecer ao hospital e à equipe de saúde, por tratarem os pacientes com seriedade, respeito e dedicação. “Este atendimento que tive é fundamental para a recuperação dos pacientes. Estão de parabéns porque se tiver dedicação, como eles se dedicam, muitos não vão conseguir chegar onde cheguei, que é a recuperação”, constata o corretor.

O diretor-geral do HC, David Dias, garante que a boa dinâmica de funcionamento e o compromisso adotado pela gestão colaboram para manter a unidade equilibrada. “O Hospital de Campanha está preparado para atender o município com equipes especializadas e ótima estrutura, mas sabemos que essa é uma tarefa em conjunto e de conscientização. Compreendemos que além do nosso trabalho, do esforço das equipes de Saúde em cuidar dos pacientes diagnosticados com a Covid-19, é muito importante que a população também faça sua parte seguindo as orientações do distanciamento social, práticas de higiene e o uso das máscaras”, conclui.

 Texto e foto: Comunicação Instituto Acqua

Deixe um comentário