Menina de 10 anos engravida após estupro na zona rural

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Suspeito dos abusos segue foragido até o momento

Uma criança de apenas 10 anos de idade engravidou após ser estuprada na localidade Baixão do Rodrigues, zona rural da cidade de Curimatá, na região Sul do Piauí. O Conselho Tutelar da cidade recebeu a denúncia do fato através de uma ligação anônima nessa semana.

Em entrevista ao Meionorte.com, Lia Sidnéia, conselheira tutelar de Curimatá, informou que após a denúncia, as equipes, junto com os agentes da  2ª Companhia de Polícia Militar do 7º BPM, foram até a residência da vítima conversar com a família. Ela revelou que a própria criança confirmou os abusos.

“Quando a gente chegou no local perguntamos para a mãe e ela a princípio quis negar, mas aí não tinha como. Eu perguntei a idade da menina, ela disse que era 10 anos. Conversamos com a criança e ela confirmou que ela tinha relação com esse rapaz e que estava com a menstruação atrasada por dois meses. Como ela mora na zona rural, a gente trouxe para a cidade, levamos ao laboratório, foi feito os exames, que confirmaram a gestação. A criança nos disse ainda que ficava com esse rapaz desde janeiro e porque queria. Inocência”, disse.

A conselheira explicou que o órgão está acompanhando de perto o caso e deu mais detalhes a respeito do suposto abusador. “Estamos aguardando passar o período de lockdown para fazermos outros exames, para ver como está a saúde da criança. O suspeito seria o primo do pai da menina. Como é um povoado, todo mundo é parente. Ele tinha fugido assim que viu o momento da gente chegar”, completou.

Segundo informações repassadas à reportagem pelo Capitão Gomes,  da 2ª Companhia de Polícia Militar do 7º BPM da cidade, as diligências foram realizadas e o suspeito do estupro não foi localizado até o momento. “O caso foi repassado para a Polícia Civil, que deve fazer o pedido de prisão. Fui informado que ele estava querendo se apresentar acompanhado de advogado”, pontuou.

www.meionorte.com

VEJA ISSO TAMBÉM