Queda no número de internações mostra resultado positivo da vacinação

Share on facebook
Share on whatsapp

A queda que estamos passando no número de internação é um reflexo direto da vacinação que está surtindo efeito, embora a população vacinada o esse grupo de 60 anos não são os maiores transmissores da doença, eles são responsáveis por apenas 15% da transmissão, a faixa mais atingida e que mais transmite a doença são o grupo de 30, 40 e 50 anos de idade, que ainda não receberam a vacina ainda.

Na cidade de Serrana podemos comprovar a eficácia da vacinação segundo dados que é possível controlar a pandemia do novo coronavírus, com redução de 95% das mortes, 86% nas internações e 80% nos casos sintomáticos de covid-19, após imunização da população adulta com duas doses.

O Pará registrou estabilidade no número de internações em unidades de terapia intensiva, e se mantém na zona de estabilidade intermediária, com 63% de ocupação. No boletim anterior, o Estado já havia registrado queda de 5% (de 71% para 64%), enquanto a capital, Belém, ficou fora da zona de alerta com registro de 52%, a segunda menor taxa registrada no país entre as capitais. Outras quatro capitais ficaram fora dessa faixa de alerta: Rio Branco (48%), Macapá (58%), João Pessoa (58%) e Cuiabá (51%).

                Imagem: Ag. Pará

VACINAÇÃO

De acordo com a Fiocruz, a vacinação começa a dar sinais de resultados positivos de forma mais sensível com a ampliação da cobertura de grupos etários de menos de 60 anos. O Pará recebeu até o dia 25 de junho, um total de 3.985.210 sendo que 3.704.994 já foram distribuídas para os municípios, em um total de 93%. O Estado mantém uma taxa de 27,7% de sua população vacinada com as duas doses necessárias e 72,3% de pessoas que tomaram a primeira dose.

O levantamento feito pela Fundação Oswaldo Cruz aponta uma estabilidade no número de novos casos da doença, entre os dias 20 e 26 de junho. Foram notificados em média 72 mil casos novos da Covid-19, por dia, em todo país. Também foi verificada uma redução da mortalidade de 2,5% ao dia.

     Imagens: Ag Pará 
VEJA ISSO TAMBÉM