Vale inicia, em março, plano de descaracterização da barragem Doutor

Comunidade que vive à jusante da estrutura será realocada de forma preventiva pela Defesa Civil

0

A Vale iniciará, em março, o plano de descaracterização da barragem Doutor, da Mina Timbopeba, em Ouro Preto (MG), localizada a 40km da sede da cidade. Para garantir a segurança durante a fase de execução das obras, os órgãos de defesa civil estadual e municipal, com o apoio da Vale, vão realocar, temporariamente, as famílias residentes à jusante da estrutura, em Antônio Pereira. Essas pessoas serão encaminhadas para hotéis da região e, posteriormente, para moradias temporárias conforme as suas escolhas.

Importante ressaltar que se trata de uma remoção preventiva programada. A barragem Doutor está em nível 1 do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM), que não exige evacuação da população à jusante, e não recebe rejeitos desde março de 2019. Não há qualquer situação que exija a elevação de nível de emergência.

A Vale dará toda a assistência e apoio necessários a essas pessoas até que a situação seja normalizada. A empresa colocou à disposição, além da hospedagem, alimentação, transporte e itens de necessidade básica.

Cerca de 160 animais, entre domésticos de pequeno e grande porte, também serão realocados e receberão acolhimento. Eles serão encaminhados para uma fazenda alugada pela Vale, onde receberão todo o cuidado clínico necessário e alimentação até quando puderem ser devolvidos aos seus donos.

No fim de agosto, a barragem Doutor foi reclassificada pela Agência Nacional de Mineração (ANM) quanto ao método construtivo, de linha de centro para montante. Novos critérios de classificação de barragens foram estabelecidos pela Resolução 13/2019. A Vale optou por desativar imediatamente a estrutura e proceder com a sua descaracterização, reforçando seu compromisso com a segurança e a eliminação de todas as suas estruturas a montante.

vale.com

Deixe um comentário