Venezuelanos recebem novo espaço de acolhimento em Parauapebas

Local foi adaptado, inclusive para atender os costumes dos 46 indígenas que estão há um ano no município

A política social é uma das maiores prioridades da Prefeitura de Parauapebas, que investe em ações que beneficiam a todos que precisam do poder público. É o caso dos indígenas venezuelanos que chegaram ao município há pouco mais de um ano.

Atualmente, 46 indígenas venezuelanos da etnia Warao são atendidos pelo governo municipal. Na semana passada, eles ganharam um novo espaço que foi totalmente reformado e adaptado, inclusive para atender os seus costumes. A iniciativa é mais um passo importante no avanço na área social.

“O governo municipal tem trabalhado forte para cuidar das pessoas. Recentemente, tivemos a inauguração do espaço do Acolhimento Esperança para crianças e adolescentes, do Conselho Tutelar do bairro Rio Verde e agora estamos entregando o espaço do para acolher os venezuelanos. É um espaço melhor para oferecer qualidade de vida para os estrangeiros e para a realização de suas atividades”, explica Celso Ricardo, secretário de Assistência Social de Parauapebas.

A coordenadora do Acolhimento dos venezuelanos, Urdiancyra Batista, conta que o novo espaço proporciona um ambiente mais adequado para o atendimento, tantos para os venezuelanos quanto para os servidores.

“Agora, o acolhimento é institucional e envolve todas as secretarias. Temos um professor que é cedido pela Educação, temos um técnico de enfermagem cedido pela Saúde, contamos com uma equipe técnica que fica o tempo todo aqui com assistente social, sociólogo e um psicólogo que dá esse suporte pra eles”, relatou a coordenadora.

O espaço conta com espaço amplo, uma sala de aula, um auditório que poderá ser utilizado para as atividades religiosas e quartos adaptados com redes, além de salas para atendimentos individualizados com os profissionais.

Texto: Anne Costa / Fotos: Jhonathan Felipe

Deixe um comentário