Visita às aldeias é pontapé inicial para reestruturação da Rota Turística Indígena

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma equipe técnica da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), visitou a Terra Indígena Xikrin do Cateté, nos dias 10, 11 e 12 de março. A visita, realizada em parceria com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saaep) e com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento (Seden), vai gerar um levantamento dos serviços necessários para o desenvolvimento da localidade.

“Queremos reforçar as políticas públicas já desenvolvidas na comunidade e implementar novas ações para garantir a qualidade de vida dos indígenas, bem como oferecer uma estrutura de acolhimento para visitantes que procuram turismo étnico”, afirmou Rodrigo Mota, secretário municipal de Turismo.

A Rota Indígena, além de proporcionar uma imersão na cultura dos Xikrins, leva também a oportunidade de renda para as aldeias. Isso porque o artesanato e as pinturas corporais, por exemplo, poderão ser oferecidos aos turistas que visitarem as aldeias.

Obedecidos os protocolos de saúde para o enfrentamento da Covid-19, cursos de capacitação serão ofertados aos indígenas para garantir que os turistas e toda a comunidade tenha a melhor experiência durante a visitação.

A Rota Indígena faz parte de um programa de estruturação do ecoturismo em Parauapebas, composta por três rotas de ecoturismo – Indígena, do Búfalo e das Águas – e mais duas outras rotas – City Tour e de Carajás.

Texto: Márcia Machado / Fotos: Dácio Souza

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

VEJA ISSO TAMBÉM