Corda do Círio chega a Belém

Símbolo religioso ficará exposto na Estação das Docas

A corda do Círio chegará a Belém nesta quinta-feira (10), por volta das 9h, após longos dias de estrada. O objeto foi produzido em Santa Catarina, como nos anos anteriores, pela empresa Itacorda. A responsável por trazer o símbolo religioso até Belém foi a Expresso Via Transporte.

De acordo com a Diretoria da Festa, “por conta das mudanças ocorridas no Círio deste ano, com a ausência das procissões e da Imagem Peregrina nas ruas, a corda será apenas exposta para que os fiéis que normalmente fazem seus pagamentos de promessas com ela possam dar prosseguimento a esta tradição, mesmo que de forma diferenciada”.

A exposição em questão ocorrerá na Estação das Docas a partir do dia 23 de setembro, mas apenas uma parte dela ficará no local. A outra seguirá uma programação definida pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, entre as 95 paróquias de Belém.

Neste sábado (12), a corda será vistoriada pela Diretoria da Festa a partir das 15h no colégio Santa Catarina.

CARACTERÍSTICAS

A corda do Círio é feita de Sisal, tem 800 metros de comprimento e 50 milímetros de diâmetro. Ela chega à capital paraense divida em duas partes de 400 metros.

HISTÓRICO

A corda passou a fazer parte do Círio em 1885, quando uma enchente da Baía do Guajará alagou a orla desde próximo ao Ver-o-Peso até as Mercês, no momento da procissão, fazendo com que a berlinda ficasse atolada e os cavalos não conseguissem puxá-la. Os animais então foram desatrelados e um comerciante local emprestou uma corda para que os fiéis puxassem a berlinda. Desde então, foi incorporada às festividades e passou a ser o elo entre Nossa Senhora de Nazaré e os fiéis.

Fonte: www.oliberal.com

Deixe um comentário