Criança que era destaque na escola é resgatada após ser submetida a trabalho escravo no sudoeste do Pará

Uma mulher foi resgatada, junto com os dois filhos, de 9 e 10 anos, após ser submetida a condições consideradas análogas à escravidão, em uma fazenda em Novo Progresso, no sudoeste do Pará.

O menino mais velho, que brincava com um trator de plástico no barraco, há três anos era destaque na escola, participando do projeto Soletrando da Secretaria Municipal de Educação. A mãe guarda o certificado até hoje. Cinco homens, que também ficavam abrigados no barraco de lona, haviam sido subcontratados para fazer uma cerca no local, supostamente para conter gado. A família e outros trabalhadores do grupo ficaram no local de 13 de dezembro de 2020 a 24 de abril deste ano.

A ação contou com esforços do Ministério Público do Trabalho, Ministério da Economia, Defensoria Pública da União e Polícia Federal.

    fonte:romanews.com

 

Deixe um comentário