Feiras livres de Parauapebas são retomadas sob controle sanitário

Além de distribuir álcool em gel e máscaras para os feirantes, prefeitura colocou barreira para controle da entrada dos consumidores e distanciamento entre as barracas

Trabalhadores da Feira do Produtor e do Mercado Municipal voltaram ao trabalho agora sob todos os cuidados necessários de higiene para evitar a contaminação pelo coronavírus. Barreira sanitária na entrada da feira, para garantir que não haja aglomeração, número reduzido de atendentes, distanciamento entre as barracas e entre o cliente e o consumidor e pias para a higienização das mãos são algumas das medidas implementadas e que fazem parte de mais uma parceria entre a Prefeitura de Parauapebas e a Vale.

Para os feirantes, foram distribuídos álcool em gel e máscaras de proteção. “Isso é uma coisa muito importante para a prevenção do que está acontecendo. Receber o apoio deles é muito bom”, disse o feirante Edivaldo Almeida. Os feirantes Manoel e Nayara Marques contaram que, além de seguir todas as orientações de prevenção, também estão conscientizando os clientes dos cuidados necessários contra a disseminação da Covid-19.

“A gente está tomando todas as precauções. Tudo com a orientação de quem faz a coordenação do mercado. A gente procura obedecer a essas regras e também falamos para os nossos clientes obedecerem, pra gente continuar trabalhando e para que tudo corra bem até o final dessa pandemia”, disse Manoel. “Para que a gente continuasse trabalhando, foram exigidas algumas medidas de segurança, mas tudo com intuito de melhorar o nosso atendimento”, reconheceu Nayara.

A secretária municipal de Urbanismo (Semurb), Selma Dantas, acompanhou as ações. “A gente continua com ação de fiscalização e de conscientização. Melhoramos as entradas das feiras, pra poder fazer uma barreira para ter o controle de pessoas circulando, obedecendo o decreto municipal e medidas sanitárias adotadas pela Secretaria de Saúde e também as regras da Organização Mundial de Saúde (OMS)”, destacou a secretária.

Texto: Rayssa Pajeú / Fotos: Irisvelton Silva

Deixe um comentário