Polícia vê mistério em corpo achado em tanque de combustível

Share on facebook
Share on whatsapp

De acordo com laudo necroscópico do IML, o homem foi vítima de estrangulamento e tinha queimadura em uma das pernas. Mistério envolve o assassinato.

Um assassinato bárbaro foi descoberto em Marabá nesta quarta-feira (15). O corpo de Genilson dos Santos Souza, que estava desaparecido desde domingo (12), foi encontrado, enrolado em um lençol, dentro de um tanque de combustível abandonado. O achado macabro se deu em um terreno no Residencial Magalhães II, Núcleo São Félix.

As imagens do cadáver sendo removido do interior do caminhão tanque tomaram os grupos de WhatsApp de Marabá nesta quarta e as primeiras informações já estão sendo levantadas pelo Departamento de Homicídios da Polícia Civil.

De acordo com levantamento exclusivo feito pelo CORREIO, no Instituto Médico Legal (IML) de Marabá, a causa da morte foi asfixia mecânica por estrangulamento. Os matadores de Genilson usaram um fio ou uma corda para cometer o assassinato. Além disso, foi detectada uma queimadura de terceiro grau na perna esquerda da vítima.

Segundo o Disque Denúncia, a última vez que Genilson teria sido visto com vida foi no final da tarde de domingo em um bar lá mesmo no Residencial Magalhães II, conjunto habitacional do programa Minha Casa Minha Vida, que é carente de aparelhos do Estado, inclusive de iluminação pública.

Por: Correio de Carajás

 

VEJA ISSO TAMBÉM