Veja o que muda com as novas leis de transito

Já esta em vigor a nova lei de transito LEI N° 14.071/2020 foi proposta pelo presidente Jair Bolsonaro, sofreu algumas alterações ao passar pelo Congresso e foi aprovada dia 22 de setembro de 2020.

veja as principais mudanças na lei de trânsito e cuidado para não  cometer nenhuma infração o que muda a partir de agora em caso que o motorista dirige embriagados e provocam acidentes não terão a pena de reclusão substituída por pena mais branda.

Motorista embriagado

Na lei anterior um motorista que provocava acidente poderia responder o processo em liberdade após pagar por fiança. A partir de agora não só bebida alcoólica mais também o uso de entorpecentes, ou qualquer medicamento que possa tirar a coordenação psicomotora do motorista ou motociclista e esse pode ser um fator agravante podem levar a prisão.

Exames

Obrigatório a cada dois anos e meio fazer exames toxicológico para renovar as carteira nas categorias C, D e E.

Validade

Motoristas de 50 anos validade de 10 anos, motoristas de 50 a 70 anos validade de anos e motoristas com mais de 70 anos validade de 3 anos.

Pontos

Antes quando o motorista atingia uma pontuação de 20 pontos na carteira ele podia dirigir com a carteira suspensa. Já nessa nova lei caso ele não tenha cometido nenhuma infração gravíssima durante 12 meses ele tem sua pontuação dobrada de 20 para 40 pontos.

Se tiver cometido uma infração gravíssima vai para 30 pontos, caso cometa duas gravíssimas permanece em 20 pontos.

Multas

Muda para 30 dias o prazo para se apontar o verdadeiro condutor em caso de infração;

Defesa previa pode ser mais simples e com opção de ser eletrônica;

Multas para infrações mediais e leves serão punidas apenas com infrações

(Caso o motorista não tenha cometido nenhuma infração nos últimos 12 meses)

Transporte de crianças

Cadeirinha obrigatória para crianças de até 10 anos, menos de 1,45 metros de altura com pena de infração gravíssima.

Idade mínima para transporte de crianças em moto, sobe de 7 para 10 anos.

(Pena de multa e suspenção de dirigir).

Da redação

Deixe um comentário